BLOG DA HELENA, Imagens Adultas Inéditas

Sensual e Inseparável

por H. Thiesen

Te desejo intensamente
Quero teus lábios para beijar
Teu seios para percorrer
Preciso desbravar-te por inteira
Afagar todos os recônditos do teu corpo
Cheirar o perfume que de ti exala
Perder-me em cada uma das tuas curvas
Deslizar pelo cetim macio da tua pele
Sentir em meu corpo o teu calor
Decifrar todos os teus segredos
E saborear a tua essência
Descobrindo o sabor da tua fruta
O gosto desse teu desejo
Saboroso e feminino
Te quero como uma fera
Um animal selvagem
Uma gata em pleno cio
Sedenta pelo teu sabor agridoce
Que é só tem e também é meu
Um manjar delicioso
Que de ti recebo como oferta
Minha saborosa recompensa
Pela tua explosão final!




--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog
.

Como é um relacionamento lésbico?

por H. Thiesen 

Uma das dúvidas mais procuradas ou perguntas que são feitas nas páginas de pesquisas na Internet é: “Como é um relacionamento lésbico?”
Essa pergunta provoca curiosidade desde há muito tempo e hoje em dia, mesmo com as facilidades que a Rede Mundial oferece, não deixa de ser enorme pela grande maioria das pessoas.
Em primeiro lugar, é necessário dizer que o lesbianismo existe desde os primórdios da humanidade, existem relatos em documentos e achados arqueológicos nas civilizações mais antigas que se tem notícia, entre os hititas, fenícios, persas, babilônicos e com maior ênfase no povos Romanos, Egípcios e Gregos Antigos. Nestas civilizações é possível encontrar deuses e deusas, aos quais o relacionamento lésbico era tido como uma espécie de culto ou oferenda, tal como o culto as deusas Lilith, Astarte, Ísis, Ishtar, Vênus e Afrodite, de outra forma, havia nessas sociedades as sacerdotisas e virgens vestais, as quais não podiam ter relacionamento sexual com homens e a satisfação da líbido era largamente difundida entre elas. Há também, relatos mitológicos ou não, de civilizações ou comunidades nas quais a forma de sexo mais utilizado era o lesbianismo, como por exemplo a Ilha de Lesbo, na Antiga Grécia.
Em segundo lugar, necessário é dizer que um relacionamento lésbico não precisa obrigatoriamente da  bissexualidade, convém esclarecer por que há quem possua a fantasia da pratica do ménage à trois feminino, quando um homem relaciona-se com duas mulheres e elas entre si.
No lesbianismo, por se tratar de uma relação restrita entre mulheres, nem sempre a relação sexual é o principal elemento, na realidade e prioritariamente não é, a afetividade é objetivo mais importante.
Outro componente importante no lesbianismo é a aparência, não é por uma mulher ser lésbica, que ela se masculinizará, tanto nos seus hábitos, costumes, atitudes e vestimentas. A grande maioria das mulheres lésbicas, são totalmente femininas e passam despercebidas no dia a dia. O biótipo é uma opção pessoal, da mesma forma que para os homossexuais masculinos, alguns não abrem mão da sua masculinidade, outros preferem a transexualidade e isto é inerente ao estado psicológico de cada um.
Desta forma, lésbicas não são bissexuais, mas bissexuais podem optar por serem lésbicas, pois o lesbianismo lhes é inerente.
Mulheres possuem um método claro em cada relação, antes de tudo é a identificação pessoal, com o comportamento, se os laços se tornam mais fortes, podem derivar para a amizade ou para a paixão, a qual pode se tornar avassaladora ou um amor eterno. Para isso, não importa muito a aparência física, fica mais a questão da afinidade e deste modo, se o relacionamento é heterossexual, o pênis do homem é a última parte que uma mulher irá se preocupar, ou seja, o pênis no início do relacionamento tem a mesma importância do que o dedão do pé, isso, caso o relacionamento não se constituir em atração sexual pura e simples, ou tesão propriamente dito.
Quando uma mulher gosta de uma pessoa, os defeitos deixam de existir ou se minimizam e o entendimento passa a ser vital para o relacionamento ou o início dele, entender um ao outro é o mais relevante e fica muito mais fácil quando se ama. Assim, o pênis ganhará importância, a medi que aumentar a afetividade e cumplicidade na relação.
A convivência, o entendimento, a afeição, o carinho, o compartilhamento de idéias, os bens materiais e imateriais, não difere muito nos tipos de relações, sejam tradicionais ou homossexuais, neste ínterim, a relação sexual deve ser separada da sexualidade, sem que isso implique em ignorar a sua existência.
O relacionamento lésbico deve ser encarado como a relação de dois seres humanos, sendo eles iguais e semelhantes em aparência e sexualidade, nesse caso, são femininos que se atraem.
O lesbianismo é uma relação na qual duas mulheres trocam fortes emoções e afetos entre si. O contato sexual pode ser parte dessa relação em maior ou menor grau, ou pode estar inteiramente ausente. Para a lésbica o prazer sexual não é a finalidade única da relação. O objetivo não é tanto o sexo, senão a busca de níveis profundos de comunicação, esferas de ternura, carinho e delicadeza. A essência do amor lésbico é a pura sensibilidade, a relação sexual nasce de um sentimento profundo.
À esta altura abra-se um parenteses, não pode-se confundir lesbianismo com desejo sexual lésbico, o primeiro é uma relação profunda e afetiva, o segundo é estritamente sexual ou a satisfação de fantasias sexuais entre duas mulheres. Apesar de que, em ambos os casos, as relações sexuais são dotadas de maior afetividade e sensibilidade. A mulher lésbica vive diuturnamente o lesbianismo e a mulher que possui uma fantasia por lesbianismo, pode ou não vivê-la desta forma, bem como ter relacionamento bissexual, que a satisfaz plenamente, ser casada ou não com um homem, ao contrário da primeira, que não vê maiores interesses por homens, pelo menos no que tange ao objetivo sexual e busca de prazer.
A lésbica é um ser humano, que tem o desejo natural de viver com uma pessoa do mesmo sexo e se não o consegue sente-se frustrada. A mulher com desejo sexual lésbico, é um ser humano que possui fantasias de se relacionar sexualmente com pessoas do mesmo sexo e se não o conseguem, isto não lhe trará frustração, no máximo um adiamento no intento, uma eterna espera pela oportunidade ou como na maioria dos casos, a hora certa para criar coragem e fazê-lo.
Uma outra observação é importante, tanto o lesbianismo, como o bissexualismo, não são sinônimos de promiscuidade. O primeiro é o relacionamento afetivo entre duas mulheres. O segundo é a atração física e emocional por pessoas tanto do mesmo sexo quanto do oposto, com níveis variantes de interesse por cada um, podendo ser o relacionamento duradouro ou não. O terceiro é ter relações sexuais com vários (as) parceiros (as) indiscriminadamente sem envolvimento afetivo.
Um comportamento promíscuo independe da sexualidade, tanto uma mulher heterossexual pode ser vulgar e promíscua, quanto uma lésbica ou uma mulher bissexual. Sendo assim, promiscuidade é a variação quanto ao número, tipo e grau de relacionamentos e independe da opção sexual. Lésbica, mulheres bissexuais ou mulheres heterossexuais serão promíscuas conforme sejam as suas práticas sexuais, sem importar os devidos cuidados com a sua intimidade e individualidade.

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog
.

Uma poltrona para dois!

por H. Thiesen 
por H. Thiesen 

Era domingo, acordei bem tarde e já passava do meio-dia. A tarde estava fria e chovia muito, havia feito planos, mas desisti deles, estava entediada. Sozinha em casa, tomei um banho e resolvi vestir uma roupa leve e confortável. Regulei a temperatura do ar condicionado, sentei numa das poltronas da sala e fiquei olhando para a rua e a chuva que caia, pensando e lembrando da noite anterior.
Ele passou a noite comigo, jantamos, assistimos um filme pornô e depois fizemos amor. Não lembro dele ter ido embora, creio que eu dormi e não notei quando ele saiu. 
Decidi ligar a tevê e navegar pelos canais com o controle remoto, em busca de algum filme ou programa interessante. Logo que a tela exibiu as primeiras cenas, as cenas do canal erótico de ontem a noite apareceram na minha frente e minha atenção foi chamada à ela.
Na tela um ator, um daqueles que está presente em quase todos os filmes, transava com uma loira exuberante. Ele a penetrava sem nenhuma delicadeza e ela desempenhava a sua cena de prazer aos gritos e grunhidos. Apesar da cena ser um tanto artificial, senti um pouco de excitação e comecei a me masturbar, pa acariciando-me levemente sobre a minha calcinha. A regulagem da temperatura estava ótima e dentro do apartamento não fazia frio e nem calor, aliada ao ambiente chuvoso, deixara o dia gostoso e preguiçoso. Olhando o filme e me acariciando, aos poucos fui tirando as minhas roupas e somente notei, quando já estava completamente nua, que uma das minhas mãos acariciava meus seios e a outra ocupava-se no meio das minhas pernas.
Fiquei por alguns minutos assim, me masturbando e prestando a atenção no ator que ainda fazia sexo com a loira. O que os meus olhos viam e o que meu corpo sentia, formou um clima interessante e os meus pensamentos voaram longe, fazendo-me esquecer completamente a tevê.
Passei a me tocar com mais afinco e me perdi totalmente em mim, não tinha mais a sensação de tempo e espaço, meu corpo tornou-se meu universo reduzido. 
Tão concentrada estava no meu corpo, que não vi a porta da entrada se abrir, somente bem depois fui notar, que ele ficara parado, encostado à porta, se deliciando enquanto eu me masturbava. Assustei-me e quis parar, mas ele me disse para continuar. 
Virei-me de frente para ele e abria pernas e antes de recomeçar desliguei. Reclinei a poltrona para trás e voltei a me masturbar.
Ele resistiu por alguns minutos, mas logo mergulhou entre as minhas pernas e me brindou com o melhor oral que até então eu experimentara. Quanto mais eu gemia e me retorcia, mais ele se dedicava com a sua boca. As sensações tornaram-se insuportáveis e gozei maravilhosamente, sentindo o cheiro do meu sexo em meus dedos. O orgasmo foi tão intenso, que tremi todo o meu corpo e não consegui ficar sem gritar.
Ele ficou ajoelhado na minha frente, abriu e abaixou as suas calças, senti vontade de chupa-lo, mas ele não deixou e me penetrou. O tesão dele era desmedido, tão urgente que deixou-o apressado, os movimentos eram violentos e com muita velocidade. Mesmo assim ele me olhava nos olhos, o seu suor escorria da sua testa sobre o meu corpo, assim ele ficou, até jorrar dentro de mim, a sua seiva viscosa e quente.

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog
.

Monólogo de uma puta!

por H. Thiesen 

Se existe uma coisa que eu detesto, é ser chamada de vadia!
Olha aqui, pode parar, eu trabalho duro, ou se acharem melhor, trabalho no duro, mas suo a camiseta!
É verdade, puta não abre só as pernas, puta também é psicóloga, companhia, ouvidoria e balcão de reclamações..
Puta, as vezes não precisa fazer sexo. Vai para o quarto e fica conversando com o cliente. Pode ser qualquer assunto e até de putaria.
No quarto rola de tudo, cliente desabafando, cliente se vingando da mulher que colocou chifres nele, cliente desesperado por que foi abandonado, cliente com a foda atrasada à meses. Alguns riem, outros até choram. Uns não param de falar e outros só querem ouvir. Claro, também tem aqueles que fodem. Se não, não teria graça ser puta. Mas, por incrível que pareça, também tem os que broxam!
Não, não espere que eu seja sincera ou que eu me importe com as suas opiniões, nesse tempo todo de putaria, já ouvi muita coisa e mesmo, qual seria a importância: Podem ser verdades ou mentiras?
Se quiserem conversar sobre seus problemas, sobre seus relacionamentos, podem falar, mas eu aviso, não sou muito boa para conselhos e nem tão indicada assim.
Ah, querem saber se eu gozo? Sim, eu gozo! Da cara de vocês, depois que saem, felizes da vida por terem feito uma puta gozar. Vocês acham que aquele orgasmo estrondoso é verídico? Claro que não, faz parte do programa. Bem, mas vamos combinar e pelo menos ser sincera uma vez. Lógico que já gozei, muitas vezes, afinal... Sou puta, mas também sou carne e osso!
O que? A sua mulher não dá o cuzinho? Não tem problema eu dou! Tenho certeza que isso fará vocês voltarem muitas vezes!
Por favor, vamos colocar as coisas no lugar, eu sou uma puta e vocês os meus clientes. Uma relação profissional e não é necessário ligar todos os dias. Eu já sei que fodo pra caralho, que meu cuzinho é delicioso e que a minha chupada é maravilhosa. Cliente pegajoso é irritante e eu terei que arranjar um jeito carinhoso para dizer que está sendo inconveniente. Se liga meu!
Se isso acontecer, não digam que eu sou estressada, que estou na TPM, que trepei com outro e fiquei mal-humorada, por que para mim é muito fácil me fazer entender mais facilmente:
- Vai para a puta que te pariu!
Nada mais me deixa tão nervosa do que alguém querer simplificar as coisas e colocar toda culpa da minha falta de educação, sobre mim. Não é um problema nervoso, mental e muito menos hormonal. O problema é a falta de semancol! Ou seja... A chatice! Cá entre nós, uma grande parcela dos clientes são chatos. Gostam de chorar as mágoas derramadas, os chifres que levaram, o último pé-na-bunda. O pior de todos é o que quer me tirar desta vida, com a velha ladainha de querer saber porque estou nela, se não gostaria de sair. Não, esse não, o pior de todos é aquele que quer desconto. Tudo bem, se eu der cinquenta por cento, posso dar meia-foda? Sabe aquele tipo prepotente, que realmente acredita ,que vai fazer eu me apaixonar por ele e depois me levar para a cama de graça? Adoro! Esses rendem vários programas, é só fingir e dar um pouco de esperança!
Não dou descontos e não quero me casar e me sinto muito tentada a inflacionar o valor do programa, quando isso acontece. Aliás, isso é muito engraçado, tem cliente que pensa que xereca é objeto de consumo, como uma geladeira, micro-ondas ou um fogão: - Se eu pagar a vista tem desconto?
Ok, faço um “mea culpa”, apesar de ser puta, eu sou muito exigente, mas tem que ser assim, para manter a qualidade do serviço.
Vejam bem, diariamente eu tenho que aguentar pintinho complexado e pintudos se achando o máximo. Os tiquinhos até que são carinhosos, talvez seja pelo complexo de inferioridade e são carentes e se satisfazem facilmente: - Gostoso, que homem! Eles vão ao paraíso. Os pintudos querem se exibir, acham que estão com a bola toda, por que o pintão resolve o problema de qualquer uma. Já chegam batendo com ele na palma da mão e só falta dizer: - Olha aqui o que eu tenho para você! Isso me deixa louca, por que alguns são tão grandes, que não levantam, falta sangue para endurecer e ficam a meia-boca e se levantar é pode dar anemia no restante do corpo. Há outros tipos de clientes, mas não vou falar, posso dizer que tem gosto pra tudo e que alguns pedem cada coisa! Nossa! Diante de algumas solicitações, chego a pensar que sou principiante em putaria. É né! Aposto como vocês pensaram naquele machão, que gosta de arrebitar a bundinha e virar ao contrário! Ahahaha!!! Bobinhos, homens assim, macho na rua e boiolas na cama, são muito comuns! Não, não me entendam mal, não é preconceito, estou apenas exemplificando de uma forma direta, para que me entendam melhor. Afinal, cada um tem direito de fazer e dar o que quer e quem sou eu para julgar?
Vocês pensam que são apenas homens que me procuram? Estão enganados, tenho muitas clientes mulheres. E pasmem, me procuram por que os maridos não aceitam! Uma das minhas clientes se divorcio, por que foi pega pelo marido, quando estava caindo de boca na fruta. Vejam só! Em pleno século 21, isso ainda existe. Eu fiquei surpresa, pois para mim, o sonho de todo homem é ver duas mulheres se pegando e se participarem, melhor ainda. Enfim, as escapadas secretas não se restringe apenas aos homens, mas às mulheres também e como eles, existem muitas que não assumem a queda por outra mulher.
Particularmente, eu prefiro fazer programa com outra mulher, sou bi e adoro a fruta, além disso o envolvimento é bem maior e não dá para ficar só no profissionalismo.
Um dos meus problemas é a displicência com horários, estou sempre atrasada, como já falei, eu sou muito exigente e se tratando da minha produção, sou mais ainda. Por exemplo, nesse instante, estou aqui, batendo um papo e contando a minha história para vocês e ao mesmo tempo, me preparando para um programa. Opa, programa? Xiiiii, estou atrasada! Fui!
Esse texto é uma homenagem às garotas de programa e especialmente a minha amiga Lisiane, GP em Porto Alegre, que a muito não vejo, mas guardo-a no meu coração e sempre lembrarei da nossa amizade e, na qual, me espelhei para escrever.

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog
.

Tesão de Mulher

por H. Thiesen 

Tesão de mulher
é mesmo engraçado
quanto mais fogo
muito mais melado

Tesão de mulher
é ação do capeta
endoidece a cabeça
e encharca a boceta

Tesão de mulher
é surpreendente
quanto mais molhado
muito mais ardente

Tesão de mulher
é coisa sem nexo
que enlouquece
com e sem sexo

Tesão de mulher
tem muito apelo
endurece os mamilos
e incha o grelo

Tesão de mulher
Se calma com pica
com uma língua safada
ou com siririca

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog
.