9 de outubro de 2014

Orgasmo

Por Lena Lopez 

Orgasmo! Puxa que coisa polêmica!
Dizem que existe orgasmo clitoriano, vaginal, do ponto "G", tem mulher que os tem monstruosos, outras que não os tem e tem aquelas que não sabem o que é e nem se tem.
Recebo muitos emails com diversas perguntas,  mensagens de mulheres e meninas cheias de dúvidas, algumas que nunca gozaram, outras falando que gostariam de tê-los iguais aos que eu descrevo, etc.
Bem, aproveitando o dia, vamos falar dele ou nele.
Não há como ficar em dúvida se tivemos um orgasmo ou não! O orgasmo acontece e pronto,  se você teve um orgasmo, você sabe.
Creio eu, que a grande dúvida se estabelece na intensidade do orgasmo. A maioria das mulheres deseja ter orgasmos monstruosos. E isso é muito diverso, a intensidade depende de pessoa para pessoa, do momento e da sensibilidade. Há mulheres com orgasmo fortes, há mulheres com orgasmos fracos, mas ao mesmo tempo, essas mulheres podem te-los fracos ou fortes. Pode acontecerem centenas de orgasmos leves em um determinada mulher, mas o próximo pode ser devastador, e aí reside o fato:
- Se este foi assim, quero sempre!
O que contribui para as decepções, pois a intensidade é variante, o próximo pode ser devastador ou não.
Há muitos mitos em torno do orgasmo, principalmente ajudados pelos filmes pornôs, onde as mulheres não broxam nunca, seus orgasmos, são verdadeiros anúncios de gozo para o quarteirão. Alguém já assistiu uma atriz pornô gozar calada? Não, pelo contrário, são frias, escandalosas e extremamente desbocadas, não demonstram entrega, principalmente as norte-americanas: - OH MY GOD! SHIIIIIIIIIIT!
Se você pensa em ter orgasmos como os delas, esqueça! Duvido que alguém possa gozar, com a perna atrás do pescoço e sendo socada como um pilão!
Como já disse, se temos um orgasmo, sabemos.
Durante o orgasmo temos diversas reações, muitas são comuns a todas as mulheres, a respiração se intensifica, o coração bate mais forte, os músculos tensionam e logo depois relaxam, há uma súbita sensação de calor, e mesmo assim, apesar de serem recorrentes à todas as mulheres, a intensidade das sensações variam de uma para outra. Podem acontecer reações localizadas, o ânus contrair e retrair, a vagina e a pélvis sofrerem uma reação parecida com dor, podem acontecer espasmos mais longos nos músculos pélvicos, etc. Orgasmo é uma coisa muito pessoal e particular, além disso é um evento individual, ou seja, para uma mulher, um não será igual ao outro.
O segredo do orgasmo é sentir e conhecer-se ao ponto de quando notar a sua aproximação, entregar-se à ele! Outro ponto importante é o "querer gozar", isso causa ansiedade, preocupação e desconcentração. O desejo inadiável e urgente para gozar é pior inimigo do orgasmo e o maior aliado da insatisfação.
Não há maneira melhor para facilitar o orgasmo, como já disse acima, do que conhecer a si própria e a masturbação contribui para isso. Pode-se relaxar, ter tempo suficiente, se permitir à excitação, tocar-se, pois o toque é insubstituível, principalmente na região vaginal, onde as terminações nervosas do local, possibilitam sensações diversas e surpreendentes, por mais que a mulher se conheça. Somente desse jeito, masturbando-se, é possível conhecer-se à ponto de detectar as reações do corpo e entregar-se ao orgasmo, durante o ato sexual. Não vai importar se o cara é compreensivo e carinhoso (o que ajuda muito) ou, é estilo broxante, tipo "já-gozou-gata" e "dois-minutos", se o orgasmo tiver que acontecer, ele acontecerá, pois ele depende mais de você. 
Meu primeiro orgasmo, foi ainda menina. Numa noite toquei o meu corpo, medindo os seios que estava aparecendo e como boa curiosa, já havia notado mudanças na vagina, pelinhos crescendo, o jeito de "bebezinha" mudando. Deitada na cama, brinquei com a "futura perseguida", gostei das sensações que senti e que não havia notada de outras vezes. Aos poucos as sensações ficaram mais intensas e eu não conseguia para, até que gozei e fiquei assustada, de repente veio de sopetão, o coração disparou, faltou o ar, a vagina reagiu às carícias, os músculos do corpo se retesaram, achei que havia me machucado e causado um estrago. Fiquei quieta na cama e fui acalmando, mas o importante foi que eu gostei do que senti e repeti, para ver ser acontecia de novo. Nunca mais parei me masturbo até hoje!
Conheci o orgasmo assim, somente muito tempo depois, com dezenove anos e na quarta ou quinta vez que fiz sexo, tive orgasmo com um namorado, depois eles vieram durante o sexo oral e até durante masturbações mútuas.
Então... está esperando o que? Mãos à obra, digo, mãos ao meio das pernas, conheça-se!
Masturbe-se, use a imaginação, tire as culpas, os preconceitos e as repressões da cabeça! Relaxe, tenha paciência e muita calma nessa hora, que seu orgasmo vai aparecer, quando menos esperar. Se vai ser forte, fraco, calado, histérico, leve ou  intenso, só ele dirá e... você vai saber!
Com certeza, depois do primeiro, muitos outros virão e serão melhores, um após o outro!
Você se sentira, linda, satisfeita e completa, mesmo que se vendo no espelho, suada, descabelada, revirando os olhos de prazer!
Agora, com licença... Vou ali dar a minha gozadinha básica diária!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"

Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog.

31 de julho de 2014

GOZE

Goze!!!

Sem limites, sem inibições.
Sozinha,
Acompanhada, 
Com brinquedos
Ou sem nada.
Deixe seu corpo livre,
Deixe pra lá o que os outros vão pensar.
Goze!

Seja acompanhada escondidinho
Seja acompanhada no  meio da natureza
Ou até mesmo com muita gente gozando junto.
O que importa mesmo é gozar
Aproveitar a vida do jeito mais gostoso possível.
Goze!!!!

E Feliz Dia do Orgasmo!!!!!
--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"

Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog.

12 de junho de 2014

Anal: Deixe-o louco! Quem manda é você!

por: Lena Lopez 

Deite-o na cama e beije-o longamente, abuse da língua, introduza-a em sua boca, deixe que elas se enrosquem, aproveite e deixe as bocas bem úmidas.
Suba para cima, mostre-lhe que está louca para cavalgar.
Ajeite-se e deixe o pênis dele encaixar entre as suas nádegas. Cuide para não haver penetração, apenas acaricie-o com a bunda, para que ele sinta o seu calor e a sua umidade.
Pegue o lubrificante sem que ele veja (faça uma surpresa e guarde-o anteriormente próximo a cama ou embaixo do travesseiro), passe no seu ânus e por entre as nádegas. Continue acariciando o pênis por entre as nádegas, mas é importante, não deixe penetrá-la.
Sente-se sobre a barriga dele, deixe que ele veja a sua buceta, aproveite e se masturbe para ele.
Com a outra mão, segure o pênis, ensaie uma punheta, acaricie o saco.
Abaixe-se, beije-o novamente, desce e beije-o no peito, mordisque seus mamilos, lamba-os.
Levante-se novamente, pegue o penis e coloque-o na entrada de seu ânus, aproveite o KY que você passou e faça movimentos circulares, esfregando a cabeça na entrada do seu ânus.
Aponte e sente, deixe entrar apena a cabeça. Faça movimentos circulares com a cintura. Deixe ele sentir a entrada quente do seu ânus e aproveite para seu esfincter relaxar.
Se ele tentar penetrar, impeça-o e ameaçe parar, mostre-lhe que é você quem comanda.
Experimente sentar um pouco mais e dar-lhe uma pequena amostra, continue circulando lentamente, levante-se um pouco novamente e volte a glande.
Sente sobre o penis e deixe entrar devagar, sinta ele deslizar pelas paredes do seu reto, até atingir a base e sentir o saco na nua bunda, faça a operação inversa e retire o penis levantando-se lentamente. Repita estes movimentos pelo menos três vezes. Introduza o penis totalmente e faça movimentos para frente e para trás, esfregando o seu grelo no púbis dele.
Pare, deixe o penis totalmente introduzido, masturbe-se para ele ver, mostre-lhe que está gostando e totalmente excitada. Incline-se para trás, para que ele veja sua vulva e comtemple o penis titalmente introduzido em seu anus. Lambuze seus dedos em sua vagina e leve-os até os lábios dele, deixe ele provar o seu gosto de fêmea.
Comece um vai-e-vém lentamente e aos poucos acelere, se puder sente-se com força e rapidez, cavalgue-o mesmo.
Não pare, continue firme os movimentos, não desista até que ele atinja o climax dentro de você.
Não retire o penis, deite-se sobre ele e beije-o longamente, delicie-se com o calor e a umidade e aproveite com movimentos delicados, até que o pênis amoleça completamente.

ATENÇÃO: CAMISINHA SEMPRE

5 de junho de 2014

As Maiores Fantasias Sexuais Masculinas

por Lena Lopez 

A lista abaixo reflete as fantasias sexuais mais citadas pelos homens, dez entre dez homens as tem, se não todas, pelo menos em sua grande maioria. Por elas, eles são capazes de implorar ou fazer qualquer coisa para realizá-las. São fantasias que os deixam cheios de tesão! 

1 - Receber um boquete da namorada.
Esta com algumas variações:
A - gozar na boquinha, mas não a beija antes que ela vá lavar a boca!
 - Tá louca, que nojo, tá melecada de porra!
B - Ver ela não rejeitar e engolir tudo. 
 - Delícia! Deixa eu ver... Putz, não sobrou nada!
C - recebendo uma surpresa. 
 - Uauuuu, que gata!
2 - Fazer sexo anal.
Se for a primeira vez dela, melhor ainda. 
 - Fui eu que inaugurei!
3 - Ver duas mulheres transando.
No melhor estilo voyeur, assistir de camarote. 
 - Ah, isso merece uma punheta! Olha só...
4 - Transar com duas mulheres.
Se elas se pegarem, beleza! Mata dois coelhos com uma "cajadada só, assiste e participa!
 - Eu sou o cara!
5 - Fazer sexo com a cunhada
Principalmente se a cunhada é novinha, atenciosa demais ou piriguete.
 - Gostosa, sabe quantas punhetas eu já soquei pra você?
6 - Fazer sexo com a amiga gostosa da namorada.
Essa é clássica! Nada mais excitante do que o perigo da amiga dar com a língua nos dentes! E quase sempre a língua se solta, por que não tem osso!
 - Foi aquela puta que se atirou para cima de mim e eu não resisti! E ainda ela diz que é tua amiga!
7 - Comer a esposa gostosa do melhor amigo.
Foda-se a amizade! A cabeça de baixo pensa mais rápido!
 - Pô cara, tu é meu amigo e mulher de amigo meu... É homem! Só como a bundinha!
8 - Comer a colega de trabalho, a chefinha ou a secretária gostosa.
Comer colega de trabalho é um sonha, principalmente para no outro dia, contar para os colegas, um por um. O prazer é espalhar a notícia para toda a empresa. O linguarudo se acha o gostosão, mas na noite anterior, pode não ter sido das melhores, mas na verdade isso pouco importa!
 - Eu comi a fulana, mas não conta pra ninguém!
9 - Comer a sogra, se ela for gostosa.
É lógico, sogra feia nem o diabo quer!
 - Por isso que a Mariazinha é tão gostosa, puxou a mãe!
10 - Fazer sexo em lugar proibido.
Praça, elevador, escritório, etc.
 - Vamos, bem rapidinho, ninguém vai ver!
11 - Participar de uma suruba.
É um sonho, poder comer todas!
 - Olha aquí, não quero ninguém passando a mão na minha bunda!
12 - Dominar uma mulher na cama.
Para mostrar o seu poder e masculinidade sem restrição!
 - Toma sua puta, tá gostando... Oh vadia!
13 - Espiar furtivamente mulheres nuas, no banho ou trocando de roupa.
Em busca do buraco da fechadura!
 - Que peitinho... Hummm!!! Será que não vai chegar alguém? Nossa... Bundinha linda! Merece uma punheta! Ui... Gostooooooosa!
14 - Estourar um cabacinho.
Algo raro hoje em dia, parece que as meninas já nascem sem ele!
 - Pô mina, você era virgem? Que sorte!
15 - Fazer sexo como em um filme pornô
Para variar todas as posições possíveis, mesmo que elas tornem impossível a obtenção mínima de prazer, que a posição seja desconfortável e machuque a parceira, que de um nó nas pernas ou que a trepada termine com uma sessão de câimbras.
 - Caralho, eu parecia com o Alexandre Frota, só que com a cara muito menos babaca!
16 - Curar uma lésbica.
No pensamento machista, toda lésbica é uma frustrada, mal-amada e mal-comida.
 - Você é assim, por que nunca transou comigo!

A sua fantasia não está na relação, então comente e conte-nos!


----------

22 de maio de 2014

Revista de Mulher Pelada: Bye, Bye!

por Lena Lopez 

E... Creio que as rotativas de revistas masculinas estão se aposentando, tal como a fita de video-cassete e os idolatrados LP's, a magazines masculinas estão sendo torcadas por outras mídias.
É chegada a hora de abandonar as prateleiras das bancas, levar as impressoras para um museu, por que ninguém mais que pagar para ver mulher pelada. 
Muitas editoras já fecharam, principalmente as menores e logo as grandes deixarão de existir.
Como em outros segmentos, as editoras terminaram com revistas de cultura, de humor, de saúde e beleza. Chegou a vez da revista de mulher nua.
Com a facilidade cada vez maior do acesso à internet e a sites especializados, o mundo impresso está ficando de lado, dando lugar à rapidez e ao preço mais barato do mundo digital.
Foi-se o tempo em que a espera pela edição mensal de uma revista masculina, que traria uma celibridade famosa mostrando seus dotes físicos e íntimos, era uma festa.
Foi bom ver nas páginas de uma revista, a Claudia Ohana esconder sua perseguida atrás de uma Floresta Amazônia e anos depois ver de novo e descobrir que se transformara em uma Mata Atlântica.
Foi legal ver a Feiticeira, lançar feitiços em muitos olhares, mostrando suas qualidades com o bumbum empinado e os peitos siliconados.
Quem não lembra da Carla Perez, exibindo seu "tchan" avantajado ou a Tiazinha com o chicote na mão e um bigodinho de Hitler?
Lembram-se da Scheilla Carvalho e dos seus seios pequenos, os quais aumentaram de tamanho a cada edição e se transformaram em peitões, quando posou nua pela última vez?
Estão lembrados da Xuxa pelada, com os peitos ainda pequenos e mostrando seus ossos ou, a Luciana Vendramini e o seu nu cheio de sardas?
Teve até Ninja pelada, que mostrava tudo menos a cara e também, uma Prisioneira que foi uma loucura exibindo os dotes atrás das grades!
Atrizes famosas, sempre fora as mais esperadas, principalmente se eram Globais, com carinhas de anjo e corpos esculturais. Foi assim com a Lidia Borndi, a Regiane Alves, a Grazi Massafera e outras tantas mais.
Apareceram peladas nas capas muitas BBB's, cantoras, atletas e até bandeirinha de futebol, teve coelhinhas, trigêmeas, comissárias de bordo e uma verdadeira salada de frutas: Melancia, Melão, Moranguinho e outras hortaliças. Faltou Abacaxi, mas essa editor nenhum teve coragem para pelar!
Se citar cada uma delas, faltará espaço, tempo e paciência, mas o que importa é que fizeram parte de uma parte da história do erotismo impresso, com seus seios antes diminutos e mais tarde turbinados, com o púbis sempre na moda, primeiro peludos e mais tarde pelados.
Pelas revistas passaram mulheres esqueléticas e mulheres bombadas, mas passaram também, muitas mulheres gostosas e extremamente desejadas. Para a felicidade dos onanistas e suas retinas, não faltaram mulheres mais ousadas, que mostraram explicitamente as suas intimidades, ao contrario de outras que se mostravam de maneira disfarçada.
Se a mulher do mês não era tão bonita, mesmo assim muita gente comprava a revista, para matar a curiosidade ou ver na nudez algo a ser revelado.
Existem mulheres que viraram rotina nas páginas, que vê-las com roupa é uma curiosidade! Algumas tiraram a roupa para a revista mais cara e com maior qualidade, depois de tanto tirar, acabaram despidas por alguns trocados, em revistas baratas de páginas sem cuidados.
Houve um tempo que essas revistas eram cercada de mistérios e guardava à sete chaves a identidade da Gata do Mês. Todo cuidado era pouco para escolher a Gata das páginas de final de ano. Com o tempo diminuí-se o cuidado e hoje em dia, todo mundo sabe quem vai aparecer, tamanha é a naturalidade para ver mulher pelada, sem precisar correr e ter a edição esgotada. 
Atualmente para ser gostosa, não é preciso muito cuidado, as estrias, pneus e celulite, tudo isso pode ser photoshopado e escondido de quem vê a revista, ao invés de antigamente, que dava um trabalho danado, com jogo de cameras, luzes e sombras para esconder.
E agora? As edições vendem cada vez menos e está quase chegando a hora da última revista na prateleira da banca! As páginas de papel já são obsoletas e as páginas virtuais são as revistas da vez! Antes, a lingua na ponta do dedo para virar a página e agora, apenas um clique no mouse, para ver mulher pelada!
Trocou-se a masturbação no banheiro com a revista na mão, pelo acesso fácil de um computador, celular ou similares.
Quem vai pagar para ver, uma musa qualquer numa revista, se tudo é de graça ou bem mais barato pela internet?
Claro ainda existe, mas logo desaparecerá! Pois na rede já existe fotografia de mulher pelada em 3D e, segundo já me disseram, com um pouco de imaginação:
- Dá até para lamber!   

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"

Todos os Direitos Reservados

All Rights Reserved

DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS

Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog.