BLOG DA HELENA, Imagens Adultas Inéditas

Vem, me devora!

por H. Thiesen 

Passa tuas mãos pelo meu corpo e sente o fogo que guardo para ti. Deixe de lado a vergonha, te entrega e te oferece pra mim.
Sente o pulsar do meu corpo sedento, a malícia e a luxúria que eu tenho presente, nesse momento sublime no qual vamos pecar.
Te transforma em uma gata, usa tuas garras, como uma felina esfomeada, me faz a tua presa e me devora. Deixa liberta a tua fera escondida e vamos juntas buscar o prazer infinito, desvendando os nossos segredos.
Toca e sente os limiares do meu corpo, esqueça todos os pudores e vem comigo pecar. 
Prova o gosto dos meus beijos e o calor dos meus lábios. Degusta o sabor de suor de cada um dos meus poros. Desliza com tua boca o meu corpo à procura de néctar e quando achar a minha colmeia, te delicia e bebe meu mel..
Me afaga com a tua língua e me leva à alucinação. Te lambuza na minha flor, rosada e molhada, por esse imenso tesão. Toma minhas pétalas na tua boca e me faça enlouquecer. Deflora a minha flor com tua língua e me invade com impetuosidade. Retira o meu mel mais profundo e junto com ele terás o meu gozo para sorver!
Vem, me devora!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog
.

Entre as coxas

Imagem cedida por JordanaTelles.com
por H. Thiesen  

Entre as coxas
Guardo um segredo
Um segredo molhado
Tantas vezes desejado
Um segredo doce
Repleto de anseios
Em forma de pétalas
De flor desabrochada
Entre as coxas
Guardo um segredo
Um segredo ousado
De querer tua boca
Para ser sorvida
Sugada e lambida
Abra as minhas pernas
Pousa tua boca entre elas
Desliza a tua língua
E me invade com ela
Quero este toque
Repleto de malicia
Calmo e moroso
Depois apressado
Bem serpenteado
Entre as coxas
Guardo um segredo
Delicioso e saboroso
Com gosto de fêmea
Sabor de prazer!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog
.

Sofisticada

por H. Thiesen 

Certa vez me questionaram: Qual objeto mais estranho, que você usou numa masturbação?
Bem, respondi, não nutro muitas fantasias por brinquedos eróticos. Prefiro usar e abusar das sensações que meus dedos proporcionam. Gosto de sentir o estado de excitação do meu clitóris, em contato com a ponta do meu dedo e aproveitar tudo o que a minha lubrificação pode oferecer. Quando me masturbo sou intensa, vivo aquele momento!
Porém, um colar de pérolas foi, provavelmente, se não o mais estranho, pelo menos o mais sofisticado, com que me masturbei. A sensação de cada pérola sobre o clitóris é incrível, o movimento das pérolas deslizando entre os lábios vaginais, é totalmente indescritível. Tanto que, ainda o uso e tornou-se um companheiro inseparável, guardo-o como uma relíquia, a mais valorosa entre todas as que possuo!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog
.

Anal, divino anal!

por H. Thiesen 

Sexo anal é divino
e ao mesmo tempo demoníaco,
causa pânico em algumas,
curiosidade em outras
e enlouquece certas mulheres. 
Ter as entranhas preenchidas
por uma vara de carne quente e dura,
leva-as a transcendência
das suas circunstâncias de fêmeas.
Transformam-se em duas essências,
a mulher e a fera,
simultaneamente enlouquecidas
fogosas e formosas,
mas resplandecendo no ato
uma lascividade de deusas!


--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog
.

Meus olhos sobre o teu corpo!

por H. Thiesen

A noite passada fizemos amor, você estava radiante e eu me senti a mulher mais feliz do mundo. Depois de tudo o que passamos, ter você ao meu lado é como alcançar o céu. Poder tocá-la novamente, sentir a tua pele quente, beijar a tua boca, acariciar teus seios e entrelaçar-me ao teu corpo, faz da nossa cama um paraíso Te abraçar é o aconchego que preciso, te beijar é provar os melhores vinhos e que me enebria, tua voz é uma musica suave ao meus ouvidos, tua respiração ofegante uma brisa sobre o meu corpo. assim, desse jeito, nos amamos a noite passada, nos entregamos totalmente uma a outra. Depois você dormiu no meu ombro, mas eu estava feliz e essa felicidade não me deixou fechar os olhos.
Imagem cedida por JordanaTelles.com
Tanto tempo ficamos afastadas e finalmente você estava diante dos meus olhos, com cuidado, para não te acordar, deitei tua cabeça no travesseiro. Você estava cansada, a viagem foi longa e dormia um sono profundo, não me furtei a te observar, passeei meus olhos pelo teu corpo. Você estava nua, teu corpo moreno e descoberto, diante dos meus olhos. Admirei teus seios marcados pelo sol das praias da Espanha, as auréolas e os mamilos rosados, davam-lhe um toque sensual, deitada de lado teus braços os apertavam e lhes exaltavam o volume e contrastavam com o esmalte vermelho. Teus quadris davam uma silhueta linda a cintura fina. Teu púbis em forma de um pequeno triângulo de pelinhos negros e aparado rente a pele, circundado pela marca do sol de Málaga, mostrava a direção do prazer. Prolonguei meu olhar sobre tuas pernas torneadas e teus pés lindos.
Não aguentei, me excitei novamente com a visão do teu corpo, mas não ousei acordá-la. Lembrei das horas anteriores, cena por cena, toque por toque, beijo por beijo, Lembrei dos nossos corpos entrelaçados, nossos sexos se roçando, nossas mãos passeando e nossos seios espremidos e totalmente unidos durante os nossos abraços. Enquanto tudo isso passava pelo meu pensamento, eu me masturbava, olhando teus rosto, tua boca e todo o teu corpo. Uma de minhas mãos, acariciava-me resoluta entre as pernas e a outra sobre os seios eriçados, apertava os mamilos com os dedos. Meu corpo queimava de tesão e em instantes eu estava toda molhada e ungida pelo néctar de Vênus. Meus dedos estavam nervosos, me invadiam, entravam e saiam, com a palma da mão eu friccionava e apertava o meu clitóris.
A excitação aumentou e me levou em poucos minutos a um orgasmo imenso e gozo foi extremamente delicioso. Depois, cansada, eu deitei do teu lado e finalmente dormi!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog
.