Chupar pica é uma arte!

por H. Thiesen 

Chupar um pau é algo natural, ou mais do que isto, é um reflexo, um instinto adormecido do ser humano, tanto que qualquer um de nós, depois que nascemos, a primeira coisa que aprendemos a fazer é chupar. Chupamos seios, dedos e chupetas ou qualquer outra coisa que nos colocam na boca. Porém... Chupar um pau pode se tornar uma arte. Principalmente se bem chupado, por que uma chupadinha básica, qualquer um sabe dar.
A arte de chupar um pau não é para incompetentes, é preciso ser uma exímia boqueteira e claro, um exímio boqueteiro, por que há marmanjos, sim marmanjos, que gostam de chupar um pau, se alguns não assumem a condição, isso é um outro problema. Se você é um ou uma expert, parabéns!
Para mim, fazer sexo é a melhor coisa do mundo e um boquete é a segunda melhor. Não há comparação possível, ter um pau na boca é delicioso. Aquela cabeça vermelha e quente tocando o fundo da garganta, tocando com suavidade os lábios é uma delícia. Fica bem melhor, quando o pau está bem babado, liso e escorregadio e a língua passa de cima a baixo, querendo medir milímetro por milímetro, ou ainda, os lábios mordiscando levemente da cabeça ao saco. E por falar em saco, não é delicioso encher a boca com os ovinhos e ficar brincando, lá dentro, com eles, acariciando-os com a língua.
Não há homem que resista a uma chupada eficiente. Duvida? Então vejamos...
Primeiro segure-o nas mãos, acaricie-o com o rosto, distribua beijinhos em toda a sua extensão. Entre-abra um poucos os lábios, roce na glande e lamba docemente o freio e o furinho na ponta.
Deixe ele entrar devagar em sua boca, sem ultrapassar a glande, circule-a levemente com a língua, aperte a cabeça, sem tocá-lo com os dentes e sugue-o com força.
Aproveite e deixe ele ir fundo, até senti-lo no fundo da garganta, se for possível, de um lambida na parte que inicia o saco.
Retire-o devagar da boca, arrastando a língua bem mole, pela parte debaixo.
Demore-se novamente na cabeça, esfregue-a nos lábios entre-aberto, circule-a varias vezes com a língua e sugue-a demoradamente.
Deite-o sobre a barriga dele e vá mordiscando e lambendo, da cabeça ao saco.
Beije e lamba os ovinhos, sugue de leve o escroto, sem colocá-lo para dentro da boca.
Lamba um ovo de cima para baixo, comece por um e desça apertando mais forte a língua, entre eles, depois faça o mesmo no outro. Notou? Dá para fazer várias vezes o número oito.
Despercebidamente, sugue um dos ovos para dentro da boca. Alguns homens reclamam da dor, mas vá em frente, todos eles gostam, dói um pouco, mas é delicioso. Aproveite-se e faça no outro. Se der, sua boca não é muito pequena ou ele não é muito sacudo, sugue os dois ovos para dentro da boca e massageie-os com a língua, comece de leve e aumente a força, mas não exagere.
A esta altura ele estará bem louco, suba lambendo até a cabeça.
Com os lábios bem moles, deixe entrar, até o fundo.
Faça movimentos de leve, para frente e para trás, cuidando para não tocar com os dentes. Aos poucos aumente o ritmo, não precisa ser rápido, mas deve ser constante.
Pare e de atenção a cabeça e novamente retorne ao vai-e-vem.
Tenha em mente que ele irá gozar, antes de começar decida o que fará.
Se você gosta, engula.
Se não sente segurança para engolir, brinque com o gozo, espalhe-o, lambuze-se e deixe-o de lado, logo depois, disfarçadamente.
Se não gosta de nenhuma das alternativas anteriores, seja franca(o) e antes de começar, avise ele e peça-lhe para não gozar na sua boca.
Não seja ridícula(o), deixar ele gozar e depois sair correndo para cuspir a porra no vaso sanitário, ou pior ainda vomitar. Desse jeito, não há tesão que resista!  

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog: PENSAMENTOINDECENTE.COM
.


Belas, gostosas e...
DOTADAS!
Clique aqui!

Assim eu viro do avesso!

por H. Thiesen 
Sinto o fluido do teu desejo na minha pele, na mistura de suor em um abraço sedentos e abrangente. São delírios, calafrios e desejos, que aos poucos nos incendeiam. Entre os teus braços, apertada aos teus seios, eu sussurro carícias ao teu ouvido. Quando estou assim arrebatada ao teu corpo, eu me transformo em uma fada adormecida por teus encantos.
Trazes contigo uma magia enebriante, que me transforma em sedutora em seduzida.
A sedução que em ti transborda é cristalina e faz de ti uma ninfa provocante.
Eu desfaleço, fico ávida e louca, quando a tua boca quente me procura. Entorpecida por carinhos me entrego, sou dominada por um um prazer alucinante. Morro em tua língua e transbordo loucamente, te dando a prova do prazer que de mim emana. O sabor da minha pele tem o gosto do sal que tempera nossa paixão e no gosto do meu sexo podes provar todo o desejo que eu guardo para ti.
Os meus gemidos testemunham esta loucura, denunciando meus pedidos e o meu tesão escaldante, de uma fêmea se entregando, uma gata excitada em pleno cio ou uma flor totalmente aberta de forma insana.
Quando tua boca me envolve e me consome, o prazer se transforma no meu fim. Quando a tua língua voraz me dá carícias e atravessa o meu portal de amor, sinto o meu ser esvair-se do meu corpo e a sensação deliciosa me parte ao meio.
Fico entregue totalmente aos teus caprichos, gozo como louca e se for preciso para te satisfazer, eu viro do avesso!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog
.


Belas, gostosas e...
DOTADAS!
Clique aqui!

Tua Puta

por H. Thiesen

As vezes quero sair da rotina, fazer diferente e sair da linha , tem dias que a loucura torna-se excitante.
Há momentos que eu sinto vontades estranhas, tenho desejos insanos e quero ser uma vadia, ser chamada de puta, cadela, cachorra e até de "sua vaca". São fantasias que me excitam e não me ofendem, pelo contrário, nessas horas sinto-me lisonjeada.
Que mulher não gosta de sexo safado, com pegada bem forte e se esquecer dos pudores? Eu gosto, ou melhor... Eu adoro!
Tem horas que o desejo exige que eu me torne uma puta, uma cadela cheia de instintos, uma safada que não quer amor, quer apenas sexo,  sexo por prazer, somente instintos, animal, intenso e voraz.
Minhas fantasias torno-as realidade e mergulho dentro de uma mini-saia onçinha, da meia de nylon, da blusa curtinha e decotada, subo numa bota de salto bem alto, um batom bem vermelho e os olhos bem carregados. Não esqueço o molho de chave e nem a bolsinha, para dar uma rodada. Viro uma puta à rigor! Bem caracterizada!
Eu adoro ouvir:
- Vem cá ordinária! Sua vagabunda!
E, eu vou! Rebolando, caminhando dissimulada e sensual, insinuando que sou a melhor, que não existe outra igual. Só para ouvir?
- Safada... Desce e chupa o meu pau!
- Primeiro o dim-dim!
- Quanto?
- Duzentos reais!
Ele me dá, eu dobro e coloco nos seios. Então me abaixo e caio de boca!
Eu chupo, lambo e engulo inteiro. Eu deliro com as mãos segurando-me a cabeça, puxando os cabelos e empurrando bem fundo. Faço o melhor boquete e pinto o pau com batom!
Esqueço o pudor, abro-mão da vergonha e deixo fluir as safadezas, as palavras mais obscenas e me entrego ao sexo, sem nenhum limite, às posições mais ousadas e os jeitos mais safados para o prazer.
Adoro quando ele me pega pela cintura e me coloca de quatro, me come com força e puxa os cabelos, como se estivesse domando uma égua.
Perco a razão e a noção, falo tudo quanto é baixaria. Me abro à putaria, gemo e grito:
- Mete! Come essa buceta!
O tapa na bunda, vem forte e eu me transformo numa cadela no cio.
- Vai... Caralho, não para! Rasga a tua puta!
Quando estou assim, gosto da violência, do pau que entra sem pena e de macho que aguenta o tranco. Tudo me acende, me deixa molhada e me faz tremer de tesão. Lanço mão do que eu sei e da imaginação para que a foda fique gostosa.
Ele tenta comer o meu cu e eu cedo, mas vai ter que recompensar. Pela porta dos fundos é mais caro!
- Safada, vai me cobrar?
- É claro, não foi combinado!
- E o que vai custar?
- Mais cem!
- Porra, o cu é de ouro?
- Não... Mas é bem gostoso!
- Tem certeza? Como é que sabe?
- Tenho, você já me disse várias vezes!
Ele joga a nota de cem e eu viro de novo!
A cuspida e o pau entra rasgando as minhas carnes e começa o vai-e-vem!
Eu adoro tomar no cu e coloca a mão no meu grelo. Enquanto ele entra e sai, eu siririco com os dedos.
Fico louca, o tesão é imenso e eu gozo, e gozo demais.
Depois eu penso só nele, que continua me comendo por trás e tudo o que eu quero e espero é vê-lo gozar.
Eu sinto o gozo dele chegando, ele urra como um animal e saindo de dentro de mim, jorra o gozo em meu corpo, lambuzando-me de porra a bunda e as costas!
Deitamos na cama esgotados e o beijo bem demorado, olho em seus olhos e vejo a sua felicidade:
- Gostou da tua putinha?
- Eu adoro quando esta puta resolve aparecer! Quando ela vai voltar?
- Um dia desses! Quem sabe!
- Hum! Agora devolve?
- Devolve o quê?
- O dinheiro!
- Que dinheiro?
- Que eu te dei!
- Pra mim não, você deu para a puta!
- E a puta não é você?
- Não... A tua puta já foi embora!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog
.


Lindas, safadas e...
DOTADAS!
Clique aqui!

Gosto de chupar buceta!


por H. Thiesen 

Gosto de chupar buceta
de todo tipo e tamanho
desde que seja gostosa
chupo, lambo e me assanho

Gosto de chupar buceta
Xana, xoxota ou xereca
Pouco importa qual o nome
Desde que pingue um néctar

Gosto de chupar buceta
capô de fusca ou beiçuda
não me interessa o tamanho
com grelinho ou bem greluda

Gosto de chupar buceta
me lambuzo na entranha
não importa qual o bicho
sapa, perereca e aranha

Gosto de chupar buceta
fico louca e tesuda
tanto faz o penteado
carequinha ou cabeluda

Gosto de chupar buceta
meladinha e molhada
deixo tudo bem limpinho
chupando e dando linguada

Gosto de chupar buceta
lamber, beijar e sugar
meter a língua no fundo
e num grelinho brincar

Gosto de chupar buceta
que escorre mel gostoso
chupo de cabo à rabo
até derramar o gozo

Gosto de chupar buceta
e gosto de ser chupada
sentido o calor de boca
e uma língua safada

Gosto de chupar buceta
e também ser sugada
sentir a boca no grelo
e ficar toda melada

Gosto de chupar uma buceta
enquanto outra igual eu chupo
para ela gozar na minha boca
e beber do meu gozo o suco

Gosto de chupar buceta
buceta eu quero demais
buceta é como um vício
quem já provou pede mais!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"

Todos os Direitos Reservados

All Rights Reserved

DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS

Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog.


Belas, gostosas e...
DOTADAS!
Clique aqui!

Putarias de uma descasada

por H. Thiesen

- Amiga... Lembra do Paulinho?
- O Paulinho... Ora, é claro que eu lembro! Grande pau!
- Sua safada!
- Safadíssima, ele foi o meu melhor pau amigo!
- Pau amigo? Fiquei curiosa, me conta?
- Então senta, é uma longa história!
- Sou toda ouvidos!
- Conheci-o logo depois que me divorciei, numa festa na casa de uma amiga, com músicas estourando os tímpanos, na época eu andava matando cachorros à gritos e com um atraso monumental, já tinha até criado um calo na ponta do dedo. Ele me disse que a namorada estava indisposta, mas na verdade eles tinham brigado e ele deu um desdobre para ir à festa.
- Normal, todos os homens são iguais!
- Lógico! Mas, o importante é que ele queria apenas me comer e  que, com aquela minha enorme seca, eu queria a mesma coisa, comê-lo inteirinho!
- Ehehe! Quem não conhece, que te compre!
- Pois é! Fingi derrubar uma taça de vinho tinto na calça dele, como uma boa amiga ajudei-o  a resolver o problema que criamos de caso pensado e procuramos por um quarto ou um banheiro vazio e quem sabe, até o quarto da empregada serviria também. Somente por saber que em alguns minutos eu estaria com um pau na boca, já fiquei excitada. Subimos uma escada e achamos um quarto, que estava escuro, apenas com a televisão ligada. Claro, nem eu e nem ele precisávamos de luzes acesas, no máximo, eu queria ouvir uns gemidos, uma respiração ofegante e talvez... Algumas palavras mais quentes.
- Ui! Só de pensar amiga, to ficando molhada!
- Espera, deixa eu te contar!
- Conta, eu quero detalhes!
- Ele abriu minha blusa, pegou nos meus seios e os espremeu.  Começou a chupá-los e a lambuza-los com saliva, de uma forma que eu me lambuzei embaixo também. Abri o zíper, baixei a calça dele, tirei o pau para fora e soquei a melhor punheta que já soquei para alguém, fui tão competente que ele me pediu para parar e teve que segurar o gozo, tanto que eu sentia o pau latejando na minha mão.
- Latejando? Adoooooooooooro!
- Calma! Ele me jogou contra uma parede e voou para cima de mim. Arrancou a minha mini-saia, e  a minha calcinha, me pegou no colo, tapou minha boca e meteu com a força de um leão. Foi tanto tesão que tive vontade de  gritar e muito. Queria gemer feito uma gata no cio, mas a mão dele não deixava. Ele mexia muito rápido e eu ficava louca e ofegante. Enquanto ele me comia, também bolinava meu cuzinho com o dedo da mão direita., Eu achava que ia morrer de prazer.
- Caralho, que pegada!
- Então ele largou minha boca e bem nessa hora eu gozei, dei um grito esganiçado! Ele me chamou de louca e me lembrou de onde estávamos. Recompomos as roupas rapidamente e logo alguém apareceu no quarto perguntando o que havia acontecido. Nem lembro qual desculpa inventamos, mas com certeza não acreditaram, por que a minha cara deveria estampar toda a satisfação que eu senti naquele orgasmo estrondoso.
- Imagino a tua cara disfarçada, ahahahaha!
- Bem, descemos para o piso e fomos ao jardim tomar um ar, a namorada dele ligou pedindo desculpas pela briga e ele resolveu ir embora.
- E ficou assim? Só nessa foda?
- Que nada! No outro dia mandei uma mensagem pelo celular: Foi a melhor foda da minha vida! Quero mais!
- Amor de pica é o que fica!
- Claro, depois disso nos encontramos outras vezes e gozei muito naquele pau!
- E você não quis voltar para o ex-marido?
- Depois que me separei, descobri que existem paus bem melhores, nunca mais!
- Essa história me deixou excitada!
- E como você acha que fiquei, lembrando dessa foda deliciosa! Queria um pau agora!
- Amiga, quem não tem pau...
- Fode com xana!
- Então... Vem!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog: PENSAMENTOINDECENTE.COM
.


Belas, gostosas e...
DOTADAS!
Clique aqui!