Sozinha na Balada!



por Lena Lopez 

Para uma mulher sair “sozinha” é uma epopéia. Em pleno século XXI, basta irmos a uma balada, que o retrocesso é evidente, retornamos ao machismo de outrora. 
Numa balada, a lógica que impera, com os devidos significados, observações e sensibilidade masculina, é a do “sozinha ou acompanhada”.  
O significado de "mulher sozinha” é “sem homem”. Ou seja, mulher não tem o direito de ficar sem um. Aliás, na prerrogativa imperante masculina, toda mulher quer estar com um homem, ou no mínimo está ansiosa pela companhia de um macho. A bem da verdade, para os baladeiros de plantão (diga-se garanhões de plantão), se mulher está sozinha, com certeza está à procura de um homem, por mais que mostre desinteresse por eles, está se fazendo de difícil ou fingindo que está bem, tentando enganar-se, mas de qualquer forma, querendo muito e com urgência, uma companhia dotado de badalos no meio das pernas.
- Oi!- Oi!- Tudo bem
- Tudo bem!
- Você está sozinha?
- Não, estou com...
CONTINUE LENDO! 

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"

Todos os Direitos Reservados

All Rights Reserved

DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS

Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!