De Pernas Abertas

por Lena Lopez 

Aqui...
Entre as minhas coxas
No meu broto rosado
Por onde meus dedos
Passeiam morosos
Explorando os vincos
Do recôndito íntimo
Sentindo a umidade
Que verte do meu corpo
Nas entranhas abertas
Com toques requintados
Da minha imaginação

Aqui...
Entre os lábios molhados
Torrentes de desejo
Faz arder o meu corpo
Que geme a tua falta
E acolhe o prazer
Que trago nos dedos
Libertinos e vorazes
No meio das coxas

Aqui...
Entre os meus dedos
Finos e seguros
Desliza o prazer
Do meu instinto carnal
Instigando o botão
Intumescido e tão íntimo
Nessa hora de tanto tesão

Aqui...
Onde a minha luxúria
Une-se a minha volúpia
E saciam o meu corpo
Derramado de mel
No espaço entre as pernas
Fustigado com os dedos
Onde a carne precisa
Ser preenchida

Aqui...
Onde minha carne te exige
E escorre meu néctar
Entre as pernas abertas
Eclode-me ondas
Que viajam meu corpo
Trazem-me espasmos
Libertam meu grito
E me estremecem
Envolvida no orgasmo
Solitário e tão meu!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!