Minha Vizinha

por H. Thiesen

Por detrás da cortina, de uma janela espaçosa de frente para a minha, eu a observava. Quase nua, dentro de uma lingerie minúscula, caminhava de lá para cá, as vezes sentava-se e depois tornava levantar-se, saia da sala, voltava. Demonstrava impaciência, segurava o controle remoto e apontando-o como se estivesse com as pilhas fracas, navegava os canais. Erguia-se, olhava a janela e fixava-se na minha, cheguei pensar que ela sabia que eu a espreitava. Por fim recostou-se no sofá e começou a tocar-se.
Tocava-se insigne, pensativa. O olhar perdia-se no teto, as vezes fechavam-se, para logo fitarem seu corpo e seguirem os caminhos de suas mão e seus dedos...

CONTINUE LENDO!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"

Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog.

Um comentário :

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!