Mulher como eu!

por Lena Lopez 

Não tente me entender, descobrir o que sou e desvendar os meus mistérios, no máximo irás concluir que eu não tenho nada para ser desvendado ou que há para descortinar é difícil demais para entender. Não tente retirar os véus que encobrem o meu ser, apenas me aceite.Sou antagonismo, no mais puro sentido.
Mas não se atreva a desistir, isso me soará como sinal de fraqueza e estarás a um passo de me perder. Sou estrada e mata fechada, sou dia e noite, sou certeza e confusão, sou um livro aberto e um cofre sem chaves, sou o tudo e o nada. Enfim, sou um grande desafio! Quebro todas as barreiras possíveis, as minhas principalmente. Não tenho medo de ultrapassar os limites, os meus e os teus. Quase sempre quebro as minhas próprias barreiras.
Sou atrevida, gosto de carinho, adoro chamar a atenção, deixo as minhas marcas, não passo desapercebida. Às ousadas eu desafio, às tímidas eu mostro como se faz.
Mulher como eu, adora ser desejada. Mulher como eu não espera, sai na busca, conquista e seduz. Mulher como eu não se veste, se produz. Mulher como eu não se despe, encena uma verdadeira odisseia ao despudor. Mulher como eu adora um salto alto e anda sobre o seu brilho, mas desce bem rápido se for preciso e mostra o que tem por dentro, a fera e a megera.  Mulher como eu é atrevida, chamam-na de oferecida, perua, puta de luxo, mas ela dá de ombros, não se importa, são só mais alguns status. Mulher como eu, não aguarda, vai à caça do macho, o conquista e o devora. Mulher como eu manda no jogo de sedução, se quer conquistá-la tem ser rápido, nada de cantadas banais. Mulher como eu é avassaladora, dispensa o sutil, fala na cara o que quer. Mulher como eu é dominadora, gosta de ditar as regras, homem que não gosta ser dominado é melhor manter distância, porque ela sabe mandar. 
Ousada, marcante, atrevida, dominadora, fera e megera, na cama aproveita-se de todos os detalhes, mas se doa com toda a vontade, não aceita corpo mole, não dissimula desejos e não finge orgasmos. Tem prazer em agradar. diz o que quer e mostra por que veio. Não dispensa ser explorada ao extremo ou furtar-se dos prazeres mais ínfimos. Não se preocupa com a aparência depois do início do sexo, com o batom que saiu durante o boquete, com os cabelos emaranhados ou entrando na boca, esquece se perdeu a maquiagem, mas não perde de jeito nenhum o seu encanto e feminilidade. Não se abate com uma estocada mais forte, faz da dor um prazer. Nunca perde a pose, seja de pé, deitada, de lado, de costa ou de quatro, é sempre a mesma. Nunca esfria, é sempre um vulcão. Pode ser boazinha, entre carinhos e beijinhos, mas uma bandida com tapas, mordidas e arranhões.
É uma verdadeira gata selvagem, uma leoa no cio, faz questão de mostrar que quem está ao seu lado é o escolhido e o exibe com orgulho, pois tem certeza das suas escolhas. Não tolera disputas, pois sabe as dimensões do seu espaço. É versátil, tudo é volúvel e passageiro, muda o tempo todo e se adapta com facilidade. Não deixa nada para amanhã, para ela tudo é urgente. Possui extremos bem definidos, é forte por excelência, mas quando chora, faz é capaz de roteirizar um drama épico. 
É prestimosa, sente prazer em agradar, na cama devora o macho e a sua excitação é um enorme prazer para ela. Doa-se ao extremo, não dispensa detalhes, do beijo no rosto ao sexo selvagem. Tem atitude, sabe todos os caminhos para uma noite esplendorosa. Com facilidade vai de santa a puta, sem vergonha nenhuma. Homem para andar ao seu lado e tê-la totalmente, tem que ser muito macho. 
São muitas as mulheres assim, fortes, cheias de si, que deixam suas marcas e rastros. São mulheres que já foram comuns, rejeitadas, intimidadas, escravas, mas que resolveram se libertar, fazer a mudança. Mas, são honestas, possuem princípios, acreditam em si próprias. Sentem prazer pela sua existência.
Entretanto, mulher como eu, está sempre na mira, mas sabe lutar, se emocionar, sorrir e chorar. Não esquece que é um ser feminino, que tem delicadeza, que tem encanto. Ela é o resumo de tudo, a mulher reprimida e a mulher libertada. Mulher como eu, nasce e depois acontece!
Mas não tenha medo, mulher como eu, é uma mulher como outra qualquer, entre as tantas que passam! Apenas mais uma mulher!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"

Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!