No rastro da lâmina

por H. Thiesen 

A água escorria e vagarosamente enchia a banheira e o movimento fazia crescer a espuma branca e suave, enquanto meu pensamento voava de encontro a algumas horas atrás.
Era um final da tarde, a noite chegava de remanso, estávamos sozinhas em casa, nada para fazer, a não ser nos dedicarmos à nós mesmas. O calor da tarde havia nos deixado cansadas, nossos corpos suados exigiam um banho.
Durante a tarde tínhamos nos amado, adormecemos uma ao lado da outra. Acordei molhada de suor, o meu cheiro e o meu suor, se misturavam ao teu. Teu gosto ainda estava na minha boca. Uma preguiça imensa alastrava-se pelo meu corpo. Ao meu lado você ressonava.
Voltei dos meus pensamentos, a banheira já estava cheia e a espuma cobria a água.
Entrei e sentei, deixando a água morna cobrir o meu corpo. Recostei a cabeça, fechei os olhos e fiquei sentindo a sensação que a água e a espuma causavam ao...

CONTINUE LENDO



--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"

Todos os Direitos Reservados

All Rights Reserved

DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS

Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!