Quero Mais

por H. Thiesen  

Acordei assim,
nua e suada,
cabelo grudado no rosto,
cheiro de sexo,
um perfume envolvente
do meu lado alguém,
que eu conheço tão bem!
Os olhos pesados,
um seio arranhado,
o gosto na boca,
a saliva impregnada no corpo
no sexo a impressão de ardor!
Roupas espalhadas,
cama desarrumada,
o corpo cansado,
a lombeira e a inércia,
a lembrança da noite anterior!
Ao lado da cama
duas taças usadas,
uma garrafa deitada e vazia
de vinho por nós consumido!
E essa preguiça,
uma ressaca alcoólica
ou efeito de pecados carnais?
Quem sabe os dois
pecados regados à vinho!
Tateio a cama,
encontro a prova,
e busco a contra-prova
do ato consumado,
o lençol molhado entre nós,
meu sexo lambuzado,
teu gozo ainda escorre de mim!
Com a confirmação da loucura,
me desespero em desejo,
em mim nasce um incêndio,
quero tudo de novo,
já é hora de te acordar
e servir teu café da manhã,
direto em tua boca: Eu!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"

Todos os Direitos Reservados

All Rights Reserved

DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!