Tudo por uma calcinha!

por Lena Lopez

Já estávamos nos despedindo e ele pediu licença para usar o meu banheiro. Sem demora, apontei o dedo na direção do meu banheiro sempre impecável. Ele tomou o rumo da porta e sentei na poltrona da sala, ansiosa para saber se a minha estratégia causaria algum efeito.
Para quem queria apenas fazer um xixi, ele estava demorando demais e claro, logo pensei:
- Ficou o tempo todo aqui e eu com a cara de boba esperando que ele fosse ao banheiro e desse de cara com a minha calcinha, que a pouco estivera cobrindo a minha parte mais íntima, sobre a caixa d'água do vaso sanitário, convidando-o para pegá-la.
Não resisti à ansiedade e fui até a porta e espiei pelo buraco da chave.
Ele estava sentado no vaso, com minúsculo pedaço de pano nas mãos e respirava bem fundo com ele encostado às narinas. Parecia um pouco nervoso e coma as mãos trêmulas procurou pelo fundo, que estampava a marca da minha vulva, com certeza ainda úmida. Cheirou o fundo da calcinha e segundos depois lambeu como um delicioso manjar, por certo pensando em meu corpo.
Eu já estava muito excitada e a cena fetichista me deixara...

CONTINUE LENDO


















--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"

Todos os Direitos Reservados

All Rights Reserved

DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS

Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!