A Prostituta da Necrópole

por H. Thiesen

Há coisas na vida que não podemos entender e muitas vezes elas não tem explicação razoável. Transar com alguém, que a muito faz parte dos nossos sonhos e que desejamos que apareça na nossa frente, é um grande acontecimento.
 Era tarde da noite e ele caminhava pela rua, solitário. Correu os olhos ao longo da avenida e não viu nenhum sinal de vida, a rua estava deserta e a pouca iluminação, a deixava escura. Continuou caminhando, dentro das casas as lâmpadas brilhavam em fachos pelas frestas, olhava os muros e as árvores, as vezes olhava para o alto e via a escassa iluminação pública. Perdido nos seus pensamentos, ele seguia vagaroso.
A cidade interiorana, não oferecia maiores perigos à noite, quase todos se conheciam ou pelo menos, já os moradores se conheciam de vista. Em razão de trabalho, à poucos dias ele havia se mudado para lá e aproveitava a noite para as suas caminhadas.
Surpreso, notou que passava pela frente do cemitério. Os muros altos e brancos escondiam os túmulos lá dentro. Ouviu alguns murmúrios e vozes, numa das capelas...

CONTINUE LENDO

© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"

Todos os Direitos Reservados

All Rights Reserved

DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS

Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!