Lambuzada de Gozo

por H. Thiesen

Quando teu leite jorrou, meus lábios grudaram, na pele quente, macia e vermelha do pomo de teu falo duro. 

Minha boca encheu-se do teu prazer, meus lábios molharam com o teu gozo e minha face recebeu a tua seiva quente e viscosa, que não contente, desceu aos meus seios, sujando-os de orgasmo.

Senti na minha língua, o sabor intenso do teu prazer e saciei a minha fome, matei a sede, satisfiz plenamente os meus anseios, que me torturavam de tanto desejo.

Do teu prazer, ficaram as sobras, na minha boca e na minha pele, eu as engulo até a última gota e espalho no corpo, alimentando-me e banhando-me com o teu tesão.

Para terminar, eu deito ao teu lado, sabendo que está satisfeito e enquanto ressonas, eu aproveito o teu peito para relaxar, por que daqui a pouco, eu vou querer mais!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"

Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!