Numa Tarde de Verão

por Lady Elle

Não sei se eu te amo, não sei nem mesmo, o que eu penso de nós. Vivo em constante conflito, comigo, contigo, com esta vida que teima em me machucar. O meu amor, você não entende, O meu tesão você não acalma. Talvez, eu apenas fique contigo por comodidade, por medo do desconhecido. Isso me tortura, se tornou um mundo estranho, uma terra repleta do teu egoismo, onde eu não tenho vontade de viver, mas não tenho coragem de dizer "basta", acabou. Você me maltrata, me dominando com a tua ignorância, me prendendo pelo medo e na fúria deste teu ciúme..
Eu tenho sonhos, tenho muito planos, mas sempre acabo deixando-os para depois. A tua estupidez me deixa carente, fico frágil, mas ainda sim, sonhadora. Pois os meus sonhos, você não pode dominar e sequer saber.
Pois é, enquanto você faz questão de olhar para o teu umbigo, outros olham pra mim. É, você é o único cego, não vê a mulher que tem do seu lado, linda, valente, carinhoso e cheia de desejos. Mas, tem alguém que vê!
Já faz tempo que ele me assedia, me diz coisa lindas, que me fala do desejo que sente por mim e eu balanço, mas o medo me faz voltar atrás e não deixa os meus desejos falarem mais alto. Uma vez eu quase me entreguei para ele, foi por pouco, por detalhe.
Ontem meu telefone tocou, adivinha que era? Ele! Queria me ver!
Balancei mais uma vez, mas como eu iria vê-lo? Você está sempre me cuidando. Acho que você sabe a mulher que tem e quer guardar, mas não sabe como fazer e fica assim desse jeito, me segurando por que se acha mais forte e poderoso. Você sabe que eu sou bonita, que tenho encantos e que chamo a atenção e isso te deixa louco e cheio de medo de levar um chifre. Então, como eu iria ver esse cara que já me encantou? Ah, sempre pode-se dar um jeito, pelo menos para correr os olhos. Não teve outro jeito, não resisti e disse pra ele, vem aqui!
E não é que ele veio! Inventou uma desculpa para falar contigo, sei lá, algo te te interessou, vocês se conhecem.
Puxa, meu coração disparou, meu corpo pegou fogo. Na hora eu não sabia o que fazer, você e ele, frente a frente e eu aqui no meio dos dois. Fiquei num misto de medo e tesão. Mas, me contive, disfarcei, acho que bem.
Deixei vocês conversando e me retirei. Não sei como aconteceu, mas numa distração tua, ele foi onde eu estava. Me agarrou, me beijou, juntou meus seios com as suas mãos, segurou a minha bunda e entrou por dento da minha camiseta, explorou o meu corpo. Eu me entreguei a esse momento, por alguns instantes esqueci de você. Mas, logo coloquei os pés no chão! Onde você estava, o que estava fazendo? Meu medo foi as alturas e mandei ele sair, voltar para onde vocês estavam.
Recompus minha roupa, respirei fundo e fui para onde estavam, encontrei vocês conversando novamente. Acho que você não desconfiou de nada. Entre uma conversa e outra, eu e ele trocamos olhares, sorrisos e até tivemos toques de mãos. Logo depois, ele foi embora. Mas ficou a lembrança de poucos instantes, segundos ou minutos, naquela hora eu perdi a noção de tempo, mas foram eternos pra mim. 
Eu fiquei ao teu lado, mas com um tesão danado. Veio a noite, não consegui dormir. Meu corpo pedia amor, uma chama me queimava por dentro, senti vontade de masturbar, apagar este fogo que está me consumindo. Contigo não posso contar, é só quando você quer.
Não sei até quando vou aguentar, o que eu sinto é imenso e eu sou mulher.
Um dia eu vou me entregar, a vontade está cada vez mais forte, o tesão é cada dia maior. Quando? Eu não sei,  isso o tempo dirá!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"

Todos os Direitos Reservados

All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!