Uma Secretária Gostosa

por Lady Elle

Há algum tempo ele a desejava, cada vez que a via, sentia um tesão enorme. Apesar dela se mostrar receptiva as suas investidas, nunca havia dado-lhe chance para uma aproximação definitiva.
Ele, um empresário de sucesso. Moreno claro, cinquenta e poucos anos, casado à cinco anos com uma mulher de vinte e oito anos, depois de um divórcio estressante do casamento anterior. O relacionamento com a esposa atual, também entrava em decadência, por isso, buscava relações fora de casa e a situação já tornara-se costumeira e as aventuras extra-conjugais rotineiras.
Ela, a secretária. Loira, esguia, solteira. Alta, quase um metro e oitenta, cintura larga, seios volumosos, bumbum saliente. Sabia tudo a respeito dele, afinal, muitas vezes recebeu os telefonemas das suas amantes, mas mantinha-se discreta. Além disso, tinha certeza que ele a queria e que um relacionamento sexual com ele, dependia exclusivamente dela, tanto que naquele final de tarde, ela cedeu às investidas.
Saíram da empresa depois das seis da tarde e rumaram direto para um motel. Assim que entraram na suíte, beijaram-se ardentemente, longe de qualquer olhar alheio. Ele se sentiu recompensado, por ter finalmente a conquistado, algo que alongou-se por mais de dois anos. 
Depois do beijo, ela foi ao banheiro e demorou-se por lá algum tempo. Ele jogou-se sobre a cama redonda e olhando para o espelho do teto, despiu a camisa e descalçou os sapatos sem a ajuda das mãos, deixando-os cair ao pé da cama. Sentiu-se seguro, o motel era bem afastado e provavelmente ninguém os reconheceria por ali.
Ela voltou do banheiro inteiramente nua, exibindo o belo corpo, seios fartos e pernas deliciosas e no vértice das coxas, um belo risquinho preto, apontando o caminho do segredo a ser descoberto. Colocou as roupas delicadamente num cabide, deixou a bolsa sobre uma pequena mesa, pegou o celular e deixou ao lado da cabeceira. Vê-la nua, era uma imagem deliciosa, a qual ele muitas vezes imaginara, todos os dias no escritório da empresa, vendo-a caminhar pelos corredores. Finalmente ele estava realizando uma das suas melhores fantasias e realizando a sua conquista mais difícil. 
Ela deixou-se cair sobre a cama, desabotoou o cinto e abaixou sua calça, arrancando-a pelos pés. Deu o mesmo destino à cueca e antes que ele falasse alguma coisa, brindou-o com um sexo oral maravilhoso. Depois jogou-se sobre ele e encaixou-se perfeitamente no pênis ereto e pôs-se a cavalga-lo, apoiando as suas mãos sobre o peito dele. Enquanto o cavalgava, pedia que ele lhe dissesse o que sentia e que a chamasse pelo nome, que lhe dissesse que era a mais gostosa das mulheres com quem já transara e até que a comparasse com a sua esposa, convenceu-o a tirar fotos da transa, dizendo-lhe que queria ter como lembrança. Quanto mais ele falava, mais louca ela o cavalgava e mais coisas ele dizia para agradá-la.
Ela era gostosa demais, pensou ele e admirava os volumosos seios, que balançavam à frente dos seus olhos, enquanto ela cavalgava. Ele urrava de prazer e sentia um intenso tesão com ela. Segurava-lhe a bunda ajudando-a a cavalgar e sentia-se poderoso por possuir aquela mulher. Ela gritava a cada entrada do membro duro e aumentava o ritmo, até fazê-lo alucinante e gozou, contorcendo-se e gemendo sobre ele, que também gozou e inundou as suas entranhas abundantemente.
- Fala que sou muito melhor que a cadela da tua mulherzinha asquerosa!
- Você é deliciosa, muito melhor que a vaca da Tereza!
- Gostoso! Vem, me beija!
Tomaram um banho juntos e foram embora, ele a levou para casa, mas ela pediu-lhe para deixá-la em uma rua próxima e se despediram com um beijo ardente dentro do carro.
- Alô Tereza?
- Sim!
- Pronto, tenho as gravações e as fotos!
- Perfeito, agora posso pedir o divórcio!
- Pode vir pegar!
- Claro que vou, me espere daquele jeito de sempre!
- Nem é preciso falar!
- Precisamos comemorar, quero você bem gostosa!
- Sim, vamos fazer amor bem gostoso e comemorar, dessa vez foi difícil!
- Nem me fale, tive que aguentar um pau por cinco anos!
- Mas acho que valeu a pena, esse é o nosso golpe mais lucrativo!
- Com certeza amada! Depois do divórcio, vamos sumir e nos aposentar!
- Ou arranjar outro trouxa!
- Ahahaha!!! Então a próxima noiva será você, quero férias de membro fálicos!
- Vem pra cá sua "vaca", vou te dar um banho de lingua!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"

Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!