Goza puta... Quero te ver gozar!

por H. Thiesen 

Sem deixar-me resistir, ele amarrou minhas mãos e, em seguida, os meus pés, com grande agilidade e com um sorriso nos lábios, deixando-me presa à cama. Seus olhos nunca se afastaram dos meus, enquanto ele se movia em torno de mim e em poucos instantes, eu me vi imobilizada pelos lençóis que lhe serviram de cordas.
Lentamente, ele arrastou um dedo pelo meu corpo. Apenas um, tortuosamente lento e passando por todas as dimensões da minha pele. Meus pensamentos, como se encobertos por uma neblina, davam-me apenas idéias difusas e o resto de mim, só reconhecia excitação.
Ele assistia ao colapso do meu corpo, que usava os poucos movimentos que tinha, para expressar o prazer que eu sentia e encarava-me o rosto, enquanto meus olhos tentavam focar-se aos seus.
Ele observava cada movimento e torturava-me com seu dedo, dando-me mais prazer.
O dedo pressionava firme contra o seu alvo e circulava lentamente meu...

CONTINUE LENDO!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog
.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!