Do outro lado da porta!

por H. Thiesen 

Na madrugada
o silêncio
me pego acordando
ouço você
sussurros e gemidos,
desvario de prazer
palavras ditas
no outro lado da porta
distantes aos meus ouvidos
Te sinto sedenta
em sonhos proibidos
murmuras palavras confusas
externando anseios
satisfazendo desejos
em plena volúpia
os gemidos contínuos
a respiração acelera
saciada tu ficas
com o orgasmo alcançado
que ouço da cama
Esvaecida tu vens
ao meu lado te deitas
repousa inocente
seminua na cama
me viro e te abraço
te beijo a nuca
no teu ouvido pergunto
Não me acordaste por quê?
e tu me responde
Por que meu anjo dormia!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog
.

Um comentário :

  1. do outro lado da porta esta quem atravessou a parede, quem escapou da rede, fugiu das grades, e pulverizou nos ares em sons vaporosos de transe imenso...e te surgiu nos pensamentos aquecendo o sangue e acelerando os batimentos, a pressão e os intensos temporais respiratórios...deixar sobre a mesa, a chave...as biritas palatáveis da alegria mundo...os olhos abertos lindos tanto quanto um grande riso...circulada estrela dourada de sol profundo...
    adeus depois de beijos magistrais de amores doutro mundo...

    ResponderExcluir

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!