Tua Flor

por H. Thiesen 

Esfrega-me nas coxas
tua flor
faça-me sentir a umidade
que eu nada digo
e faço-a minha prioridade

Mostra-me aos olhos
tua flor
deixe-a perto do rosto
que eu nada digo
e desejo seu gosto

Ponha-me na boca
tua flor
faça-me sentir o palato
que eu nada digo
e provo o regato

Dá-me na língua
tua flor
faça-me sentir o sabor
que eu nada digo
e delicio o licor

Abandone ao prazer
tua flor
que dela eu serei suserana
dedicando-lhe carícias
que eu nada digo
e saboreio com gana

E quando atingir o teu ápice
na minha boca perseverante
colho o teu mel gota a gota
do teu gozo alucinado e vibrante
e então pra você digo tudo
entre os teus gemidos e espasmo
que tua flor é saborosa
e me saciei no teu orgasmo!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog
.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!