Melada de ti!

por H. Thiesen 

Toma-me
Aperta-me em teu peito
Arranca-me o suspiro
Guardado em mim
Busca o meu eu
Aprisionado em meu íntimo
Beija-me a boca
Acaricia-me o corpo
Faça-me fêmea
Veja-me tua mulher
Sinta a minha nudez
Deslizando em tua pele
Cheira o meu suor
Escorrendo dos poros
Sou apenas apelos
Toda vontade
Toda desejos
Faça-me sentir derreter
Faça ferver o meu sangue
Ponha fogo em minha pele
Incendeia os meus nervos
Diga-me malícias aos ouvidos
Usa-me
Abusa-me
Prova-me
Quero o toque das tuas mão
Fazendo-me molhar de tesão
Quero a tua boca
Sorvendo a minha umidade
Quero a tua língua
Invadindo a minha flor
Serpenteando o botão
Oferece-me a dureza
A vara na boca
Descobre-me à fundo
O final da garganta
Faça-me tua fêmea
Entra em mim
Deixa-me louca
Fragil e tesuda
Confusa e perdida
Entre o vai e o vem
Arranca-me os gemidos
Liberta-me o grito
No momento intenso
Junte-se a mim
Goza comigo
Deita ao meu lado
Deixa-me dormir
Para que eu amanheça
Ainda melada de ti!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog
.

Um comentário :

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!