Anatomia de uma foda!

por H. Thiesen

Hoje, tenho você aqui, a minha disposição, para matar-me as vontades e todo o meu tesão.
Eu te beijo a testa, os olhos e o rosto, desço beijando o pescoço e não esqueço teus ombros. Te viro logo de bruços e numa ânsia louca, distribuo meus beijos pelas tuas costas e continuo descendo pela tua espinha, lambendo com a minha língua molhada cada uma das vértebras.
Com a boca sedenta chego na tua bunda, mordo uma das nádegas e repito a mordida na outra. Sem saciar a fome que eu tenho de ti e que também eu tenho por sexo, abro as tuas pernas e entro entre elas, para morder o interior das tuas coxas.
Sem parar de beijar vou às pontas dos pés, chupo os teus dedos um à um e te lambo na sola dos pés. Se acaso você pensar que o meu passeio findou, eu te viro de costas na cama e subo devagarinho, passando a língua em tua pele, sentindo teus pelos roçarem na minha boca e no meu rosto
Para o meu destino, vou indo bem devagar, te arrancando os gemidos em todos os beijos que dou e se for possível, faço você urrar. Subo pelas tuas pernas, cheirando e beijando, deliciando as tuas coxas de novo. Subo bem lentamente, sem pressa nenhuma, até encontrar o teu sexo rígido, saliente e quente.
Antes de qualquer outra coisa, primeiro eu sinto o cheiro  e depois dou-lhe um beijo. Quero te ver suspirar sentindo a minha ponta a língua a passear no teu membro, antes de te chupar. E então, só depois eu o lambo com intensidade e o envolvo com os lábios, deixo entrar bem fundo, até a garganta. Sugo, lambo e mordo e brinco com ele na boca.
O que eu acho mais lindo e que demais me excita, são os teus gemidos, enquanto estou te chupando. Assim também eu me molho encharco meu sexo e lambuzo, sinto que já estou pronta, com o sexo ensopado e latejante.
Tiro você da minha boca, ando por cima do teu corpo, deixando um rastro de mel, sobre teu ventre e teu peito. Coloca a tua cabeça  entre as minhas pernas e na tua cara eu sento. Te dou a vulva e o clitóris para você lamber e chupar e derramo na tua boca um delicioso manjar.
Porém eu quero mais, vou de encontro a tua boca onde encontro o meu gosto e que me leva à loucura.Por isso eu subo em teu corpo e o monto. Misturo os nossos gestos, o nosso mexe e remexe e faço um jogo de sexos. Você vai entrando, eu vou te envolvendo, até atingir meu fundo e ficarmo mexendo.
Tomo o domínio do ato, te cavalgo com jeito, eu subo e desço com as mãos no teu peito. O encaixe é perfeito, há sincronia e ritmo, do vai-e-vem vagaroso aos movimento mais céleres. O corpo reage aos estímulos, à sensualidade presente e não mais podendo conter o nosso prazer nessa anatomia de sexo, nos entregamos ao deleite e a um gozo é intenso.

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog
.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!