Perigosas

por H. Thiesen 

Depois de nossa primeira vez, os pudores deixaram de existir entre nós, sempre que surgisse uma oportunidade, não importava a hora e lugar, bastava ficarmos a sós por alguns momentos, que rolava alguns beijos e amassos, pois tínhamos em comum, um tesão enorme e um desejo incontrolável, uma pela outra. Isso era um tanto perigoso, pois poderíamos ser pegas de surpresa, apesar da nossa "perda de vergonha", a falta de pudor se resumia somente à nós e cuidávamos onde e quando rolava alguma coisa mais íntima. Pelo menos, até aquela tarde!
Naquela tarde, estávamos na faculdade, em plena aula de história do primeiro semestre,sentávamos juntas e o conteúdo da aula, havia se tornado enfadonho. Claro, durante a aula, falávamos besteiras uma para a outra, tal como: "Depois eu te pego e você vai ver!" "Vou te chupar todinha!" "Te espero no banheiro"
Eu resolvi provoca-la com maior ímpeto, me aproximei do seu ouvido e disse baixinho:
- Quero te pegar agora, te deitar na mesa do professor, arrancar a tua calcinha, segurar as tuas pernas bem abertas e te chupar até você gozar!
Ela deu uma risada, olhou para mim e me falou com cara de safada:
- Isso, me provoca! Você sabe muito bem do que eu sou capaz! Continua me atiçando!
Ao término da aula, eu não lembrava mais do que eu havia dito. Levantei da cadeira e fui saindo da sala. Uma colega me chamou para conversar e enquanto conversávamos, ela puxou-me pelo braço. Eu questionei que estava conversando com a outra colega, mas ela insistiu e não tive como me negar a acompanhá-la.
Ela me levou para o banheiro feminino e sem me deixar falar alguma coisa, empurrou-me para dentro de um dos cubículos. Sem nada dizer, encostou-me na parede e me beijou, invadindo a minha boca com a sua lingua, enquanto sua mão levantava a minha mini-saia e entrava dentro da minha calcinha. No meio daquela ação efusiva, respirei e disse-lhe:
- Você está louca? Aqui? Já conversamos sobre isso!
Ela me respondeu:
- Você deveria ter pensado duas vezes antes de ter falado tudo aquilo pra mim!
Ela continuou me agarrando, enfiando a mão por baixo da minha saia e apertando minha bunda. Eu um pouco sem graça, tentei empurrá-la e afasta-la, mas ela se mantinha firme e quase doida. Sem ver saída, eu acabei me entregando e a abracei. Ciente de que eu não mais resistiria, ela levantou a minha blusa, retirou meus seios do sutiã e beijou-os. Minhas pernas amoleceram instantaneamente, a sensação de tesão, misturada ao perigo, me deixaram louca. Segurei sua cabeça e a empurrei para baixo, deixando ao alcance da minha vagina. Ela desceu a minha calcinha até os joelhos e começou a lamber o meu clítoris. Eu tentava conter os meus gemidos, mas era quase impossível e as vezes um ou outro escapavam da minha boca.
De repente ela parou, levantou-se despiu a sua calça jeans e a calcinha, sentou-se na privada, escorou-se na parede e levantou as suas pernas, deixando-me ver a sua vagina depilada e totalmente molhada, olhou para mim e disse:
- Vem, faz o que você disse o que faria comigo!
Fiquei de cócoras na sua frente e deliciei-me bebendo o seu mel, dei-lhe todas as carícias possíveis com a minha boca e minha língua, até sorver todo o seu gozo para mim, vendo-a estremecer e contorcer-se sobre a privada, enquanto mordia a sua própria mão, para não gemer alto. 
Recompomos as nossas roupas e saímos do cubículo. Acho que a intensidade da situação, não nos deixou perceber que uma outra menina havia entrado no banheiro. Quando aparecemos à sua frente, ela nos olhou com um olhar de surpresa, mas ao mesmo tempo, o seu rosto estampava um sorriso cínico, como que quisesse dizer: "Vocês, hem!"
Baixei os olhos, meu medo tinha se concretizado, fomos pegas!
- Vamos! - Disse para ela.
- Para onde? - Ela perguntou.
- Para o meu apartamento, você tem que terminar o que começou!
Depois daquela tarde, eu mudei o meu jeito de ser, já não havia mais por que esconder as minhas preferências e depois daquela vez, tive outras aventuras no banheiro, algumas eu já contei!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog
.

2 comentários :

  1. Uma delicia te texto. Muito bem elaborado, cheio de sedução!!

    Visite, hoje um tema bombástico do Max Men..
    Beijoos

    http://anseiosedevaneiossexuais.blogspot.pt/

    ResponderExcluir

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!