Tua Puta

por H. Thiesen

As vezes quero sair da rotina, fazer diferente e sair da linha , tem dias que a loucura torna-se excitante.
Há momentos que eu sinto vontades estranhas, tenho desejos insanos e quero ser uma vadia, ser chamada de puta, cadela, cachorra e até de "sua vaca". São fantasias que me excitam e não me ofendem, pelo contrário, nessas horas sinto-me lisonjeada.
Que mulher não gosta de sexo safado, com pegada bem forte e se esquecer dos pudores? Eu gosto, ou melhor... Eu adoro!
Tem horas que o desejo exige que eu me torne uma puta, uma cadela cheia de instintos, uma safada que não quer amor, quer apenas sexo,  sexo por prazer, somente instintos, animal, intenso e voraz.
Minhas fantasias torno-as realidade e mergulho dentro de uma mini-saia onçinha, da meia de nylon, da blusa curtinha e decotada, subo numa bota de salto bem alto, um batom bem vermelho e os olhos bem carregados. Não esqueço o molho de chave e nem a bolsinha, para dar uma rodada. Viro uma puta à rigor! Bem caracterizada!
Eu adoro ouvir:
- Vem cá ordinária! Sua vagabunda!
E, eu vou! Rebolando, caminhando dissimulada e sensual, insinuando que sou a melhor, que não existe outra igual. Só para ouvir?
- Safada... Desce e chupa o meu pau!
- Primeiro o dim-dim!
- Quanto?
- Duzentos reais!
Ele me dá, eu dobro e coloco nos seios. Então me abaixo e caio de boca!
Eu chupo, lambo e engulo inteiro. Eu deliro com as mãos segurando-me a cabeça, puxando os cabelos e empurrando bem fundo. Faço o melhor boquete e pinto o pau com batom!
Esqueço o pudor, abro-mão da vergonha e deixo fluir as safadezas, as palavras mais obscenas e me entrego ao sexo, sem nenhum limite, às posições mais ousadas e os jeitos mais safados para o prazer.
Adoro quando ele me pega pela cintura e me coloca de quatro, me come com força e puxa os cabelos, como se estivesse domando uma égua.
Perco a razão e a noção, falo tudo quanto é baixaria. Me abro à putaria, gemo e grito:
- Mete! Come essa buceta!
O tapa na bunda, vem forte e eu me transformo numa cadela no cio.
- Vai... Caralho, não para! Rasga a tua puta!
Quando estou assim, gosto da violência, do pau que entra sem pena e de macho que aguenta o tranco. Tudo me acende, me deixa molhada e me faz tremer de tesão. Lanço mão do que eu sei e da imaginação para que a foda fique gostosa.
Ele tenta comer o meu cu e eu cedo, mas vai ter que recompensar. Pela porta dos fundos é mais caro!
- Safada, vai me cobrar?
- É claro, não foi combinado!
- E o que vai custar?
- Mais cem!
- Porra, o cu é de ouro?
- Não... Mas é bem gostoso!
- Tem certeza? Como é que sabe?
- Tenho, você já me disse várias vezes!
Ele joga a nota de cem e eu viro de novo!
A cuspida e o pau entra rasgando as minhas carnes e começa o vai-e-vem!
Eu adoro tomar no cu e coloca a mão no meu grelo. Enquanto ele entra e sai, eu siririco com os dedos.
Fico louca, o tesão é imenso e eu gozo, e gozo demais.
Depois eu penso só nele, que continua me comendo por trás e tudo o que eu quero e espero é vê-lo gozar.
Eu sinto o gozo dele chegando, ele urra como um animal e saindo de dentro de mim, jorra o gozo em meu corpo, lambuzando-me de porra a bunda e as costas!
Deitamos na cama esgotados e o beijo bem demorado, olho em seus olhos e vejo a sua felicidade:
- Gostou da tua putinha?
- Eu adoro quando esta puta resolve aparecer! Quando ela vai voltar?
- Um dia desses! Quem sabe!
- Hum! Agora devolve?
- Devolve o quê?
- O dinheiro!
- Que dinheiro?
- Que eu te dei!
- Pra mim não, você deu para a puta!
- E a puta não é você?
- Não... A tua puta já foi embora!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog
.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!