Acordando com tesão!

por H. Thiesen 

Eu adoro acordar tesuda e pegando fogo. Não sei explicar isso direito, é automático, talvez um reflexo de uma noite bem dormida, embalada por sonhos molhados. Por que não? Geralmente eu não lembro dos meus sonhos!
Mas em manhãs assim,  parece que o meu corpo implora por sexo. Acordo queimando, com a pele ardendo e completamente molhada. Dias assim deveria ser obrigatório ter alguém do lado, para fazer um sexo gostoso, não existe nada melhor. Não, acho que existe, melhor é ser acordada de manhã para fazer sexo e depois ganhar um café delicioso na cama!
Num desses fins de semana qualquer,  mal abri os olhos e notei que a minha calcinha encharcada, eu estava com tanto tesão que não dei conta da hora, peguei o celular e liguei:
- Alô?
- Oi, sou eu... A Lena!
- Porra Lena, sabe que hora é? Seis e três, hoje é sábado! Lembra disso?
- Azar! Não marca nada, hoje você é meu!
- Já marquei!
- Desmarca.
- Por que?
- Por que eu quero!
- Desde quando você manda em mim?
- Desde sempre!
- Ahahaha!!! Convencida!
- Tá de corpo mole? A fila anda!
- Tá... Vai dormir, depois conversamos!
Não é preciso dizer, que depois disso, fui logo dando um jeitinho. Eu tinha que me acalmar, o dia prometia e para começá-lo, uma boa gozada pela manhã, provocada pelo meu dedinho safado, ficou perfeito.
Tolice minha! Enganei-me redondamente, o tesão aumentou de forma drástica.
Afundei no travesseiro, tentei dormir. Liguei o rádio, não consegui me distrair. Virei de um lado para o outro e o tesão só aumentava e pensei: Não, siririca de novo não!
Levantei, fui ao banheiro, lavei o rosto, escovei os dentes. Voltei ao quarto, vesti uma roupa qualquer. Sai, entrei no elevador e subi ao 8º andar. Bati na porta, ele demorou um pouco para abrir:
- Oi!
- Quem mais poderia ser? Entra!
- Te acordei?
- Não, a uma hora atrás você me ligou, se passando por despertador maluco!
- Desculpa!
- Esquece, o que você quer?
Não respondi nada, apenas o olhei dentro dos olhos e ele entendeu.
Sem dizer mais nada, segurou minha mão e me levou para o quarto.
Despiu minha roupa, deixando apenas a calcinha, segurou-me pelos ombros e me fez ajoelhar, retirou o cacete para fora e ofereceu-me, levando-o a minha boca e me deliciei sugando aquele homem delicioso que estava na minha frente. Ele gemia e ofegava, eu percebia a vontade que ele tinha de colocar tudo dentro da minha boca. Fiz sexo oral durante uns dez minutos e de repente ele tirou da minha boca, levantou-me pelos braços e jogou-me de quatro na cama, segurou-me pela cintura e penetrou-me com força, foi impossível não deixar escapar um gemido, que resumia todo o tesão que eu estava sentia.
Ele fez sexo com fúria, parecia uma fera, tal era o tesão que o dominava. Aceitei a proposta e correspondi com movimentos violentos para trás e para frente. Gozei com facilidade, logo em seguida, deite-me na cama e ele deitou-se sobre as minhas costas, continuando o seu vai-e-vem violento e rápido, até derramar-se dentro de mim.
Fiquei deitada na mesma posição, estava exausta. Ele deitou-se a meu lado e dormimos um pouco. Mais tarde acordei, deixei-o dormindo e voltei para o meu apartamento.
Como eu falei, o dia prometia e o sábado estava apenas começando!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog
.

Um comentário :

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!