Inundada

por H. Thiesen 

Como pode num instante
O prazer escorrer pelas pernas
Como uma cachoeira à descer
E inundar o meu íntimo
Fico envergonhada
Por ficar assim inundada
Mas isso é coisa que passa
Pois sei que te deleitas
Sorvendo como beija-flor
O néctar do meu desejo
Como pode isso acontecer
Em apenas num instante
Ficar toda encharcada
Só por pensar em você
Em tudo o que você faz
Meu corpo se incendeia
Transforma-se em um vulcão
Expelindo lava escaldante
Que me queima por dentro
Á espera que você apague
Meu fogo e minha brasa
E leve-me ao delírio e gozo!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog
.

Um comentário :

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!