Fantasias Solitárias

por H. Thiesen 

Despida de pudores, 
visto-me de fantasias
e faço do corpo um refúgio
Na ponta dos dedos 
vão todos o meus anseios
desejos quase insanos
repletos de libido
movidos por pensamentos loucos
de uma mulher ardente e inquieta
que imagina
molha 
e incendeia!
Despida dos meus pudores
visto-me de luxúria
quero teu corpo e não tenho
meu tesão embarca na ponta dos dedos
açoito meu clitóris
são toque insanos e velozes
Mordo os lábios
tremo no corpo
afrouxo as pernas
Ah! Eu grito!
Num instante sou rio caudaloso
arrebatada pela intensidade do gozo!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog
.

2 comentários :

  1. Ohh beleza, Despir-se totalmente dos pudores, trajar-se de fantasias e fetiches, e refugiar-se no corpo quente do parceiro...
    Loira indecente, tu sempre arrasa!!!
    Bjs da Leoa minha Diva S2

    ResponderExcluir
  2. belo e sedutor poema!

    Beijitos
    Visite-http://anseiosedevaneiossexuais.blogspot.pt/

    ResponderExcluir

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!