A Princesa Putina

por H. Thiesen 

Num reino distante, onde só rolava putaria, havia uma rainha puta pra caralho. Numa tarde fria ela colheu uma rosa e um dos espinhos furou o seu dedo e os pingos vermelhos caíram e mancharam de vermelho a neve. A rainha olhou para o sangue contrastando com o branco e pensou:
- Quero uma filha! Uma filha tão sensual como este vermelho de sangue! Seus cabelos serão negros, seus lábios vermelhos, seios voluptuosos, cintura fininha e um enorme bundão!
Passado algum tempo, o rei a chamou, queria dar uma trepada com ela.
- Não posso, tô menstruada! - Disse a rainha.
- Foda-se - replicou o rei - te como por trás!
E assim, a rainha levantou o vestido, a saia armada, abaixou a caçoila e ofereceu ao rei a sua bundinha, ou melhor, o bundão gordo!
Mais tarde a rainha lembrou do ocorrido da tarde e uma dúvida armou-se nas profundezas do seu espíritos, digo, da sua sacanagem:
- Como vou ter minha putinha linda, com aquele feioso?
E continuando nos seus delírios de putarias, pensou em voz alta:
- Vou dar para o Rei da Putônia! Aquele gostoso! 
Ora, com a sua ansiedade e com o tesão recolhido que estava, ela falou alto demais e o rei ouviu:
- Vai fazer o que minha rainha?
- Caralho! - Pensou novamente a Rainha!
E respondeu para o chifrudo real:
- Vou chamar a Antônia, pra fazer aquele pudim gostoso!
Dessa vez, melhor, mais outra de muitas vezes, a rainha safou-se, pois o rei era meio surdo e ela era muito esperta.
A rainha enviou uma carta marcando um encontro com o Rei da Putônia e pediu ao seu rei para viajar e foi-se para aquele reino mais distante ainda e longe pra caralho, só para dar uma trepada e gerar a princesa, digo, a putinha mais puta do reino distante.
Porém, como a rainha não era de ferro e o Rei da Putonia era um fodedor de primeira, eles foderam e transaram três dias sem parar, até que ela lembrou que queria apenas uma fodinha básica e quem sabe umas bombadas no fiofó.
- Já chega, estou toda assada e acho que engravidei!
- Tá louca, não quero filhos, o que eu farei?
- Relaxa, vou dizer que é do corno feioso!
Então a rainha empreendeu a viagem de volta, levando no meio das pernas um saco de gelo, que renovava em cada estalagem por onde passava.
Alguns dias de viagem, a creca real se curou, estava novinha em folha, pronta para outra!
Chegando no reino, chamou pelo rei. Ele correu ao seu encontro e ela foi logo dizendo:
- Meu rei, eu quero foder!
Ela era esperta e precisava de uma desculpa, nove meses  depois a putinha iria nascer. E fodeu com o rei, durante três dias.
- Já chega, estou toda assada e acho que engravidei!
- O quê? Já está cansada? Três dias e ainda não gozou?
Desesperada com a surdez do rei, a rainha gritou com a boca grudada no seu ouvido:
- JÁ CHEGA! ESTOU TODA ASSADA E ACHO QUE ENGRAVIDEI!
- Finalmente um herdeiro! Vou ser pai!
O rei mandou fazer uma festa e convidou todo o reino, para anunciar que teria um herdeiro.
Nove meses depois, nasceu a menina. Cabelos pretos, olhos bem negros, lábios vermelhos e grossos, pele rosada e é claro, com a crequinha inchada, a cara da mãe, aliás, safada como a mãe! Deram-lhe o nome de Putina.
A Princesa Putina crescia rápido, saudável e era a menina mais linda do castelo. Mas um dia infelizmente, a rainha morreu.
Apesar de surdo, o rei era tarado e não podia ficar sem mulher. Escolheu como nova esposa a rainha do Pais de Baixo.
Enquanto isso, a Princesa Putina crescia e um belo dia o rei morreu.
A rainha que se chamava Puta Má, assumiu a regência do reino, até que a princesa tivesse idade para ser coroada. Viúva fogosa que era e má por natureza, todas as noites ordenava que um criado ou soldado passasse a noite em seus aposentos, onde eram seviciados e torturados, pela mente insana da putona real.
Os anos passaram e finalmente chegou a época da Princesa Putina assumir o trono.
A rainha estava inconformada, iria perder o seu poder absoluto e para se acalmar, todas as noites antes de dormir, tocava uma siririca na frente do seu espelho mágico. Um dia ela resolveu perguntar:
- Espelho espelho meu, existe alguém mais puta do que eu?
- Existe rainha, existe!
- Quem, diga-me quem?
- A Princesa Putina majestade! Depois que ela fez dezoito anos, todas as noites saí pelo palácio e dá a creca para todos os sentinelas. Inclusive estão a chamando de Princesa Machadão, por que não pode ver um pau em pé!
Decepcionada, a rainha saiu correndo e gritando pelos corredores do palácio, em direção ao trono:
- TRAGAM-ME O PÉ-DE-MESA! TRAGAM-ME O PÉ-DE-MESA!
O súdito mais pintudo do reino, foi trazido á força e levado à presença da rainha:
- Pegue a Princesa Putina, leve-a para um lugar bem longe na floresta e foda com ela até seu pau ficar em carne viva, depois costure a sua creca, para ela nunca mais foder! Quando voltar, como prova, quero ver seu pau, se não estiver todo lanhado e pingando sangue, vou mandar cortar!
O pintudo-mor obedeceu as ordens da rainha, levou a princesa para o mato, mas apaixonada pela sua beleza, não conseguiu levar adiante a ordenança;
- Vá - disse ele - e procure a casa dos Sete Safadinhos, que vivem no interior da floresta.
O maior problema seria apresentar a prova para a rainha. Olhou para os lado e viu um buraco em um pé de figueira e o fodeu, até ver o sangue brotar do seu pinto enorme. Voltou ao castelo e apresentou-se a rainha.
A Princesa saiu correndo pela floresta, até encontrar a casa dos Safadinhos.
Eles eram sete anões, donos de um cabaré na beira da estrada e se chamavam, Gigolinho, Vaindo, Vemvindo, Comiassim, Comiassado, Entrassai e Saientra.
Maravilhados com a beleza e o dotes da princesa, aceitaram que ela permanecesse em sua casa. Durante todo o dias ele fodiam com a princesa e a noite iam trabalhar no cabaré.
Gigolinho, o mais experiente de todos, sempre avisava a princesa:
- Nunca deixe estranhos entrar, nunca aceite nada de ninguém, na floresta há muitos perigos.
Algum tempo passou e a rainha numa das suas siriricas de frente para o espelho, resolveu novamente perguntar:
- Espelho, espelho meu, existe neste reino alguém mais puta do que eu?
- Existe minha rainha, a Princesa Putina, que vive na floresta e fode com os Sete Safadinhos.
A rainha possessa, viu que fora enganada e resolveu que ela mesmo se livraria da princesa para sempre.
Disfarçou-se de puta pobre e embrenhou-se pela floresta, até encontrar a pequena casa, onde a princesa se escondia. Já era noite, quando bateu à porta e falou:
- Alguém em casa?
- Sim, mas não posso abrir!
- Abra, tenho um presente para ti!
- O que é?
- Venho do Reino das Mulheres Solitárias e trouxe um consolo mágico, enorme, que realiza todos os desejos mais indecorosos!
A princesa, que era puta de natureza e insaciável, cedeu à possibilidades de ver suas taras satisfeitas e abriu a porta.
A rainha tirou de dentro do seu decote o enorme instrumento e alcançou para a princesa:
- Prove-o!
A princesa não resistindo abocanhou o pirocão e caiu ao chão no mesmo instante.
- Sua cadela - disse a rainha - dormirás para sempre e eu serei, de agora em diante, a mulher mais puta do reino!
Pela manhã, quando os Safadinhos chegaram e viram a princesa, tentaram acordá-la, mas foram incompetentes. Resolveram coloca-la em uma redoma de vidro, pois não poderiam fodê-la, mas poderiam desfrutar da sua beleza e socar suas punhetas em volta.
O tempo passou e um dia, um príncipe chamado Emplumado, passou pelo local. Encontrou os Sete Safadinhos desmaiados ao redor da redoma e ao olhar a princesa encantou-se com ela.
Não resistindo aos seus lábios carnudos, abaixou as calças e enfiou o seu pinto na boca da princesa.
Ela acordou do seu sono profundo, um pouco engasgada pelo tamanho do pinto, olhou nos olhos do príncipe e matou a vontade de dar uma boa chupada.
Os dois pombinhos reais se apaixonaram a primeira vista e se casaram.
Depois da lua de mel, com direito a boquete, minete, anal, fio-terra e todas as posições possíveis  resolveram voltar ao castelo e reclamar o trono da princesa.
Levando com eles os Sete Safadinhos e disfarçados de viajantes sedentos por sexo e pediram uma audiência com a Rainha Puta Má.
A rainha sedenta, acreditou que seria uma boa oportunidade para realizar novas putarias e os recebeu com os braços abertos, aliás, com as pernas abertas.
Quando entraram na sala do trono, entregaram a rainha aos Sete Safadinhos e os pervertidinhos foderam a rainha por semanas a fio, sem direito a descanso, uma após o outro e outro após o um.
A rainha não aguentando mais, estava toda arreganhada, assada e com a creca em pandarecos, não viu outra saída, a não ser, se escafeder e desaparecer para sempre do reino.
Os príncipes tornaram-se os reis e foderam felizes para sempre, no Reino Distante da Putaria!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog: PENSAMENTOINDECENTE.COM
.

7 comentários :

  1. Vc é imbatível...muita criatividade e essa estorinha da rainha putinha é demais !
    Bjsss Leo
    🍑🍑 No 🔞sexiblog🔞 seximaginarium.net ✨🔥 #siga #curta 🍑🍑 #contoseróticos ✨🔥 8 anos no ar!! 🎂🎁🎈

    ResponderExcluir
  2. É caso para dizer: Mas que foda esta, lool
    .
    Bom fim de semana

    ResponderExcluir
  3. Muito, muito bom (boa) essa putinha!!!!!

    Bom fim de semana querido
    #iLoveMyFriends
    Bjsssssssssssss felinos

    ResponderExcluir
  4. Certa vez (já faz algum tempo) eu li um conto caipira,cheio de "uia sô" etc... recheado de criatividade muito deliciosa, fiquei pasma! Não havia lido nada igual ou semelhante, e olha... que eu leio d+ e d+ mesmo!!
    Mas...Eu tô agora, levando comigo e colocando na página principal, pois sem dúvidas foi um dos textos mais criativos que já li!!! Sem palavras loira...
    AMEI!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. HAUHAUHAUH Mas como é insana e produtiva essa mente. rsrs... Adorei a criatividade, loira.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Mocinha.. a cada dia tua criatividade me espanta...
    Algo digno de ser publicado na Playboy...
    E tadinha da rainha... a bucetinha dela ficou esfoladinha e arrombadinha....
    Será que você pode me dizer onde ela foi???

    ResponderExcluir

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!