No quarto do hotel!

por H. Thiesen 

Nos encontramos no aeroporto, ela me olhou dos pés a cabeça e veio na minha direção, conversamos um pouco, esperamos o horário da viagem. Embarcamos e sentamos em nossas poltronas, continuamos a conversa durante a viagem. Chegamos ao nosso destino, onde um motorista nos esperava para nos levar ao hotel. Iríamos participar de um feira de negócios e seria importantíssimo vendermos bem, descobrir novos contatos e clientes, então durante o trajeto trocamos experiências. No hotel, ficamos sabendo que não havia mais quartos separados e ela sugeriu que ficássemos juntas, concordei prontamente. Apesar de não conhecê-la muito bem, apenas profissionalmente, pois trabalhávamos na mesma empresa, ficamos a vontade. Tomamos um banho, trocamos as roupas, uma na frente da outra, como nós mulheres sempre fazemos, sem nenhuma vergonha. 
A tarde passou  despercebida e quando notei já era noite, decidimos ir ao coquetel oferecido aos participantes da feira, combinamos ir vestidas para matar, eu vesti longo negro e ela um lindo e longo vestido vermelho, com um decote ousadíssimo nas costas, recebemos cantadas a noite inteira, mas ela sempre se mostrou equilibrada, discreta e  fiel ao marido, ao qual fazia questão de citar, desde que nos encontramos no aeroporto.
Eu me interessei por um colega dela, que trabalhava em outro setor da nossa empresa, mas ela me advertiu que ele era um verdadeiro Don Juan. Tudo bem, foi apenas um interesse sem maiores consequências e com esses tipos procuro não me relacionar. Tomamos todas, rimos muito e resolvemos voltar para o hotel.
Confesso eu fiquei mal, passei da conta e ela teve que me ajudar a tomar banho, me vestir para dormir e até me colocou na cama, sinceramente eu fiquei surpresa, apesar de nos conhecermos pouco, ela foi uma pessoa maravilhosa. Na manhã seguinte, era o primeiro dia da feira, por sinal, muito trabalho e fomos trabalhar de ressaca, fechamos muitos negócios, fizemos boas vendas, contatos, propostas e no final da tarde, resolvemos sair para comemorar, fomos ao um bar animado, dançamos, conversamos e bebemos e mais tarde voltamos para o hotel. Quando chegamos ao quarto, ela perguntou-me se precisava de ajuda no banho, respondi que não, mas se ela não quisesse esperar  poderíamos tomar banho juntas e ela concordou. Despi-me antes de entrar no banheiro, ficando nua na sua frente e ela olhando em meus olhos e veio para bem perto de mim e falou:
- Você tem um corpo lindo, seios maravilhosos, desde de que te vi pela primeira vez, desejei saber como são!
Eu não havia falado para ela, sobre a minha sexualidade e que sempre senti uma pequena atração por ela. Quase gozei ali, em pé na sua frente, ela me fez sentir um prazer indescritível e aberto todas as possibilidades para que finalmente eu a conhecesse como sempre desejei, e sem pensar respondi:
-Por que não os toca, e descobre?
Segurei suas mãos pequenas e as coloquei sobre os meus seios, ela os acariciou e então nos beijamos, deliciando-nos com o gosto das nossas salivas. Quase esquecemos do banho, mas o momento pedia e nos banhamos entre beijos devoradores. Mal saímos do banheiro e nos jogamos na cama.
Depois de tanto ouvir sobre o seu esposo, ao qual ela tecia enormes elogios, eu não poderia acreditar que aquela mulher estava deitada na cama comigo, por cima de mim, se deliciando em meus seios e com a mão enfiada no meio das minhas pernas, deixando-me completamente louca e com um tesão enorme por aquela quase desconhecida.
Sem que eu esperasse, a sua língua já havia percorrido todo o meu corpo e num gritei de prazer, quando ela encontrou o que procurava, mas ela paro e me falou:
- Desde que você entrou para a empresa, eu te desejei e pensei que encontrei a mulher dos meus sonhos. Devo ser sincera contigo, sou casada, mas tenho tesão por mulheres. Você é a minha perdição, te desejo loucamente e é a mulher mais deliciosa que já provei, teu mel doce com cheiro de cadela no cio, me deixa louca, eu nunca que permitiria que aquele Don Juan te devorasse!
A declaração me enlouqueceu e o tesão foi às alturas, ela não parava de falar, mesmo que estivesse entre as minhas pernas e eu me deleitava com tamanha tara daquela mulher deliciosa. Não aguentei por muito tempo e gozei naquela boca deliciosa.
Como uma verdadeira desesperada, ela veio até a minha boca e me beijou, trazendo o gosto misturado do meu gozo com a sua saliva. Senti uma enorme vontade de lhe proporcionar as mesma sensações e como uma loba no cio, saí em busca da sua gruta, para lhe dar prazer e me deliciar com o seu sabor. Mergulhei na sua fonte transbordada e dei-lhe todas as carícias possíveis com a minha boca, ela gozou magistralmente, segurando a minha cabeça, como se quisesse me afogar no seu orgasmo.
Passamos horas de prazer e adormecemos, Pela manhã acordamos e fomos para a feira, trabalhamos durante todo o dia e à noite noite havia um jantar oferecido pelos organizadores. Fomos lindas e ficamos nos paquerando, conversando e trocando bilhetinhos. Num certo momento, ela levantou da mesa para ir ao toilete e me chamou para acompanha-la, coisa comum entre mulheres, mas na verdade a intenção era outra, nada de ir ao banheiro para o óbvio, mas para fugirmos e podermos nos beijar e aproveitar algumas carícias mais ousadas, prevendo a situação, ela estava sem calcinha e pude masturbá-la deliciosamente. Ela gozou nas minhas mãos, suas as pernas tremeram e seu corpo amoleceu, depois se recompôs e me disse:
- Adoro essas aventuras perigosas!
Retornamos para o hotel e ela recebeu uma ligação:
- Querido, sinto que não poderei retornar na sexta-feira, precisarei ficar por aqui no fim de semana! Beijo, te amo!
Ela desligou, virou-se para mim e perguntou:
- Você quer ficar comigo o fim de semana inteiro?
O final de semana, passamos trancadas nos quarto!




--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog
.

Um comentário :

  1. Hummmm delícia de história... imagino-te vestida para matar...de longo negro...
    E imagino a cena, vocês duas tomando banho... se tocando.... hummmmm.... fiquei excitado, melhor, de pau duro, vendo essa história....!!!!
    Delíca te ler mocinha bela...

    ResponderExcluir

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!