Na Balada

por H. Thiesen 

Preparei-me às pressas, ele me fez o convite de última hora!
Tomei um banho rápido, ao mesmo tempo sonhando com aquela noite, que começara sem graça e agora prometia.
Peguei a toalha, sequei minha pele e joguei-a para o lado.
Saí do banheiro, abri o guarda-roupas...
- Que roupa eu vou? Ah... É balada!
Uma meia preta de seda, calcinha minúscula, uma legging, um corset preto, salto alto, maquiagem escura e um batom bem vermelho!
- Estou pronta!
Desci de elevador, embarquei no carro e saí da garagem. A noite de sexta é movimentada, faróis, semáforos...
- Estou atrasada!
Pisei no acelerador, as pernas tremiam, ele me desafiara:
- Tens uma hora!
Eu dirigia pensando, a balada será ótima e depois? Depois veremos!
A velocidade, os meus anseios, as fantasias, a adrenalina, tudo misturado! Fiquei excitada!
Olhei o relógio no painel do carro...
- Só mais dez minutos? Merda! Abre sinal! - gritei desesperada!
Abriu, pé no fundo! Não perco a aposta pra ele!
- Ufa! Cheguei!
Tenho três minutos ainda! Corri, apertei o interfone!
- Oi, sou eu!
- Na hora loira!
Entrei no prédio, tomei o elevador e fui pensando:
- Depois volto para cá!
O elevador subindo e a imaginação voando para o final da noite. Me excitei, senti o calor queimando o meio das minhas pernas.
Bati na porta, ele abriu...
- O que é isso? Só de cueca ainda?
- Calma, já vou me vestir.
- Antes quero um beijo!
Ele me beijou, apertando-me contra seu corpo seminu, senti meus seios espremidos contra o seu peito. Sua mão correu pelas minhas costas, levantou a minha saia, segurou minha nádega e me levantou, deixando-me na ponta dos pés, colada a ele e sentido junto ao meu púbis seu membro duro. Logo depois ele abriu ligeiramente as minhas coxas e com o passar da mão, descobriu o quanto eu estava excitada. Gemi e mordi seu lábio inferior. Eu emanava calor e escorria de desejos.
Ele segurou meus ombros e olhou nos meus olhos:
- Vou vestir a minha roupa!
- Não, não vai! Nós não vamos mais sair!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog: PENSAMENTOINDECENTE.COM
.

3 comentários :

  1. Jamé eu perderia uma noite alucinante na balada doida com um dj importante, só pra dar uma rapidinha com o cumedor! Nun-qui-nha!!!

    ResponderExcluir
  2. Choquita minha bucetinha bonita....
    Pois você não sabe o que é bom.... e quem falou em rapidinha????
    VOOCÊÊÊÊÊÊ prefere a balada doida a uma boa foda????
    "Tá explicado"....!!!!

    Belo conto blogueira.... nota mil!!!

    ResponderExcluir
  3. Que bunda meu Deus...até o nabo inchou!

    ResponderExcluir

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!