Sobre sexo anal, cenouras, linguiças e objetos fálicos!

por H. Thiesen 

Sexo anal é gostoso, há quem não gosta e há quem não gosta porque nunca experimentou. Por sexo anal, entende-se a relação sexual com introdução do pênis no anus, mas nem sempre é assim, há outras possibilidades, como a introdução de objetos apropriados e não apropriados para tal, é sobre estas outras duas forma que vou desenvolver durante este breve bate-papo ou monólogo como queiram.
Introduzir objetos no ânus é uma forma para obter prazer. Mulheres que curtem sexo anal e lésbicas sabem bem disso. Homens bi, sejam eles ativos ou passivos, gays nem se fala, não é queridos? E por último pessoas que o fazem solitariamente, durante a masturbação.
Algumas pessoas dizem que o gozo é simultâneo, há uma espécie de orgasmo anal, juntamente com o natural. A mucosa interna do reto é bastante sensível ao toque, se bem feito, o sexo anal pode ser muito mais gostoso do que o sexo vaginal, para ambos os envolvidos, no caso de casais heterossexuais e para os dois homens, no caso de uma relação homossexual.
Essa opinião sobre orgasmos anal, igualmente quanto à orgasmo clitoriano e vaginal, é um pouco controvertida, mas talvez seja um pouco por desconhecimento das pessoas, a respeito dos movimentos dos anéis do esfincter durante o orgasmo, ao contrário do momento da defecação, quando os anéis se movimentam de dentro para fora, a fim de facilitar a expulsão, durante o orgasmos os movimentos se invertem, de fora para dentro, constituindo uma ação de sucção. É justamente nessa hora o grande perigo! E, não acontece somente com homens, as mulheres também fazem parte das estatísticas.
As razões para a introdução de objetos no ânus são várias, vergonha de admitir seus desejos à outras pessoas ou procurar e falar para os parceiros, variação sexual, impossibilidade física, masturbação, parafilia, curiosidade, alargamento do ânus, desejo e fantasia. Assim, lésbicas praticam na falta do pênis, solitárias na hora da masturbação ou por fantasia devido a forma de determinado objeto, casais hétero e homossexuais por variações e novas formas de prazer, etc. 
Quando a introdução é de objetos entre parceiros, um dos envolvidos é brindado com o prazer físico e ambos com o prazer psicológico e emocional do ato. Exemplificando, quando duas mulheres resolvem fazer sexo anal, uma delas receberá o prazer da introdução do objeto e as duas terão o prazer emocional da relação, uma por ser possuída e a outra por possuir, além disso a parte ativa receberá o sentimento de confiança que lhe foi depositado. 
Enfim, é bom, se fosse ruim não haveria tantos adeptos, mas é preciso ter certos cuidados. Evite introduzir objetos que possam se tornarem instrumentos de empalamento, ou seja, objetos que não proporcionam segurança, que podem ser tragados e se perderem dentro do ânus, sendo necessário a intervenção médica e até mesmo cirúrgica. E aí, fudeu! O que você fazia entre quatro paredes, será revelado para muita gente, para o atendente do hospital, o médico, os enfermeiros, anestesistas, sem falar das pessoa que ficarão sabendo da sua internação e do seu estado, digamos curioso, por ter recebido uma intervenção cirúrgica no fiofó! A situação pode ficar constrangedora e por mais desculpas que você invente elas poderãonão colar:
- Eu estava pelado, caí sentado no sofá da sala e o controle remoto da tv entrou!
Há objetos preparados para isso, pode-se adquiri-los em sexshops, não cometa irresponsabilidades, não introduza e não deixe lhe introduzirem objetos que possam lhe machucar. Vidros podem se quebrar e fazerem cortes profundos, legumes podem se partir e parte deles ficarem dentro do ânus, objetos ásperos e pontiagudos podem causar lesões sérias no reto. Imagine um furo no intestino, as fezes podem ir para a cavidade abdominal, haverá com certeza uma infecção e será necessário uma limpeza através de cirurgia, para não falar sobre o risco de morte que você estará propenso.
Anatomicamente, o prazer no sexo anal tem explicação. As terminações nervosas na região perineal são redundantes. Dependendo de cada pessoa, pode haver prazer no ânus em menor ou maior intensidade. Para se satisfazer, há adeptos do sexo anal, que acabam por introduzir objetos de formatos fálicos no ânus, porém no afã de irem mais fundo ou obter mais prazer, o esfincter pode "enguli-lo" totalmente, geralmente isso acontece durante o orgasmo, devido a inversão dos movimentos peristálticos, como já foi citado acima. Não adianta fazer força, pois simplesmente o objeto não sai, é necessária então, a intervenção cirúrgica para extrair o objeto.
Segundo os hospitais, a história é sempre a mesma, um acidente e poucos contam o que aconteceu realmente. A lista de objetos é enorme e inusitados, cenouras, pepinos, legumes variados, mandiocas, mangas, falos esculpidos em madeira, controles remotos, celulares, lâmpadas, tubos de desodorantes, frascos de perfumes, cabos de vassouras, bolas de bilhar, sabonetes, linguiças e salames, todos de tamanhos variados, garrafas são casos à parte e muito comuns, quase sempre entalam no ânus, pelo pescoço, devido ao vácuo, velas comuns e  de sete dias, bebedouros de passarinho, bolinhas de queijo e uma infinidade de objetos, que somente a mente humana pode associar o seu uso ao prazer sexual.
Geralmente, a presença do objeto é constatada através de radiografia e a extração é manual, o paciente é sedado, injetado um relaxante muscular, o esfincter é dilatado mecanicamente e o cirurgião pesca o objeto com um instrumento, pinças ou fórceps, não sendo isso possível, o procedimento é feito com a introdução da mão do médico, em casos extremos é recomendado a cirurgia do abdômen, principalmente quando há perfuração do intestino.
Não se pode também deixar de lembrar que prótese penianas, apesar de serem apropriadas para este uso, também podem ser tragadas pelo ânus, convém tomar cuidados, opte pelas que possuem a base maior e impedem a total introdução. Segurança sempre é bom.
Casos assim merecem atenção, se acontecer, vá para o hospital e não esconda o seu problema, vença a vergonha e não assuma riscos desnecessários. Melhor passar por um vexame, do que morrer com uma hemorragia interna profusa, uma infecção ou septicemia pela evasão de fezes à cavidade abdominal. 
Falando abertamente, cuide do seu cu, você só tem um! 

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog: PENSAMENTOINDECENTE.COM
.

3 comentários :

  1. Com tanta piroca por aí sedenta por entocar, ainda há quem opte por meter esses objectos estranhos...ainda se fosse um dildo ou vibra...

    ResponderExcluir
  2. Até me arrepiei só de imaginar como alguém consegue meter uma garrafa no cu. Essa de ter orgasmo no cu,como na vagina, confesso que... pronto se calhar até acontece, mas eu não creio que seja verdade...
    .
    Deixo cumprimentos

    ResponderExcluir
  3. Rapaz... você conseguiu transformar um assunto sério em uma leitura séria, mas divertida. Os exemplos e a figura do raio x me fizeram rir muito, porém, é um assunto seríssimo. Eu já tive minhas experiências anais também, é a curiosidade natural do ser humano. Oras, se eu homem, vejo uma mulher revirar os olhinhos com um sexo anal, então porque não deveria tentar e já usei objetos inadequados também, não convém falar quais, mas não tenho vergonha de dizer... Enfim... Sempre tive esse cuidado do objeto entrar por inteiro e depois eu não conseguir retirar. É tipo, uma preocupação que eu tenho naturalmente. Hoje em dia não faço mais destas experiências, mas confesso que na época eu tinha a preocupação, mas não tinha o conhecimento da tal sucção. Confesso que nunca senti o tal orgasmo anal, nem com objetos ou com o fio terra que também já recebi. Talvez meu ânus não seja tão sensível quanto de outras pessoas, sei lá... Mas confesso continuar a busca. Agora em Abril vai rolar a Erotika Fair e eu vou lá, estou de olho em um estimulador de próstata, justamente para o prazer individual, estou pensando em comprar um pra mim. Eu e minha busca pelo prazer anal individual. rsrs... O importante é não se limitar no que diz ao prazer.

    Beijos.

    ResponderExcluir

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!