Na ponta do meu dedo!

por H. Thiesen 

Desbravo o teu centro
Meu centro de deleite
Meus dedos escorrem devagar
E logo tomam posse
Das tuas sensações
Meus dedos roçam e esfregam
Vão e voltam
Escorregam sem cessar
Enquanto de ti eu provo
A tua sede na boca
A tua língua nos lábios
Teu prazer e deleite
E continuo...
Conduzo meus dedos
Pensando em tua boca
Para mim entreaberta
Oferecendo-me o beijo
Que espera por mim
Teus olhos fechados
Me fazem um convite
Mas não quero
Quero apenas te olhar
Ver teu prazer
Na ponta dos meus dedos
Acaricio e dedilho
Teu centro molhado
Te deixo ardente
Toda em gemidos
De peito arfante
É o ar que não chega
E continuo...
Em torno, em volta
No centro dos lábios
Que molhados escorrem
Uma febre
O tesão
Que cedem aos poucos
Os espasmo
Os gritos
Teu corpo retesa e treme
Nos meus dedos...
Teu gozo!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog: PENSAMENTOINDECENTE.COM
.

4 comentários :

  1. Leio, imagino, e ... calo-me, olhando a imagem
    .
    Deixo cumprimentos

    ResponderExcluir
  2. Que poema sensacional.... respondo numa quadra:
    "Teus são do céu, o caminho
    São eles a expressão do carinho
    Teus dedos me percorrem um espasmo....
    É o paraíso... o orgasmo!"

    ResponderExcluir
  3. O convite é bastante aliciante, mas não se dirige aos elementos do género masculino, assim sendo, saio como entrei, de mansinho.
    Que esse tesão nunca acabe, oh Princesa! E encontre repercussão no corpo que desejas possuir!

    :))

    ResponderExcluir

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!