Tortura Noturna

por H. Thiesen 

A noite estava quente e abafada, senti o teu roçar na minha pele. Senti suceder teus desejos em meu corpo, cobrindo-o e satisfazendo em mim as tuas mais loucas vontades.
Por onde passavas, deixavas ardor, um urtigamento em cada um dos meus poros. O teu contato mais suave, deixou-me como um incêndio e ferveu meu sangue .
Não sei dizer qual foi o sentimento, mas minha vontade era de segurar-te em minhas mãos, pegar-te entre os meus dedos e imputar-te as mesmas torturas que infligias ao meu corpo, mas via-me paralisada frente ao teu assédio insano.
Passeaste entre os meus seios, sugou-o e mordeu-os, deixando-os marcados e avermelhados. Abusaste de todas as maneiras do meu corpo, desfilando as tuas vontades por todas as minhas partes, em todas os meus recantos mais secretos.
Fizeste-me em fogo, fazendo-me despir as roupas, peça por peça. Fizeste-me seguir-te com os olhos, na tua aventura louca de me morder as carnes e marcar a minha pele, deixando em mim o teu rastro de ardência. Fizeste-me retorcer o corpo sobre a cama. Quase enlouqueceu-me, tamanho foi a tua insistência durante toda.
Foste implacável, sem me dar tréguas um tempo e fez-me sentir-me possuída, deixaste-me cansada, fraca e sonolenta, mas vibrei de tanto prazer, quando consegui me libertar da tua impertinência e passar da assediada à dominadora inexorável.
Ah, torturaste-me a noite inteira, usaste e abusaste do meu corpo. Mas agora, sou eu quem tem as rédeas e de todas as torturas vou me vingar.
Estás em minhas mãos, vou apertar teu corpo, segurar-te em minhas mãos com toda força e impingi-lhe os meus dedos sobre ti. Vou tontear-te, deixar-te sem nenhuma ação, totalmente entregue as minhas mãos.
Não me conheces, não sabes o quanto eu sou vingativa, vou te torturar, até quando eu sentir, que já não aguentas mais. Então, colocarei as minhas unhas sobre ti e te espremerei até ver escorrer teu sangue. 
- Maldita pulga!

Adaptado do poema "Uma Noite de Amor", de Carlos Drummond de Andrade.

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog: PENSAMENTOINDECENTE.COM
.

5 comentários :

  1. Isso foi sacanagem comigo.... estava esperando no final uma cena de sexo gostoso e apaixonado.
    E você me vem com essa... enganar esse pobre PDR... isso é "pedalada sexual"....

    ResponderExcluir
  2. Adoro textos assim: sem finais esperados.
    Matou o P. Kkkk mas arrasou!

    Ps:Voltei pra dizer que so hoje vi o teu comentario dirigido a mim nas brincadeiras em versos no PDR. Respondido e obrigada.
    Vcs são super criativos!Morro de rir, la!rsrs
    Bjsss

    ResponderExcluir
  3. Lena querida,

    Gratíssima pelo carinho de tuas palavras em um dos posts de aniversário. Que bom que tenha gostado. Sinta-se a vontade naquelas asas...
    Grande beijo!

    ResponderExcluir
  4. "fizeste-me em fogo..."...a mim também, obrigado

    ResponderExcluir

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!