Fode meu rabo!

por H. Thiesen 

Depois do beijo ardente, das bolinadas e lambidas nos seios, ele agachou-se solenemente à frente dela e como criança que não nega-se a um doce, lambuzou-se na sua buceta. Virando-a de costa, mordeu-lhe as nádegas e afastando-a com os dedos, imprimiu entre elas, um beijo grego. Depois levantou-se, abaixou suas calças e mostrou a ela sua bagagem. Um membro enorme, bem duro e quente, entre as pernas pendia-lhe em riste, sobre um saco enrugado e cheio de leite.
Ele segurou-lhe os ombros e empurrou-a abaixo, deixando-a ao balanço do membro vibrante, Ela tomou o falo pulsante entre seus dedos, levou-o à boca e o chupou-o avidamente. Ele sem se conter, de tanto prazer, deixou escapar em espasmos ritmados, que faziam-lhe piscar o cu, jatos viscosos e quentes. Ela se lambuzou e sorveu o leite até a última gota.
Apesar da desavergonhada esporrada, ele mostrou-se valente e manteve-se em estado turgente. Escorou-a na mesa à sua frente e fodeu-a, de quatro, segurando-a pelos cabelos.
Ela gemeu e gritou, falava bem alto que iria morrer. Mas é claro, morrer de tesão, derretendo-se de prazer, à começar pela buceta escorrendo, de ser tão bem fodida.
E ela continuava a gemer e gritar, pedia mais e mais, melava-se ao extremo e perdendo o controle peidou-se suntuosamente, de encontro ao púbis do seu altivo fodedor.
- Ah, assim eu morro de tesão! - gritava ela.
Ele duro como rocha e quente como um ferro em brasa, continuava a sair e entra de dentro dela e a proximidade da hora derradeira, fazia-lhe imprimir pressa e velocidade nas suas idas e vindas espancando as nádegas co maior violência, as nádegas da moça com as suas virilhas, enquanto suas mãos a seguravam pelos seios redondos e volumosos.
Os dois ardiam, suavam e bufavam pela falta de ar e o cansaço. Ela não aguentando mais, gozou segurando-se à mesa e mordendo a toalha de renda.
Ainda insatisfeito e com o membro tal qual uma lança invasora, ele retirou-o da buceta e meteu-o entre as nádegas dela, adentrando de uma só vez, o rabo delicioso e apertado, deixando-a totalmente sem ação e não podendo reclamar da invasão surpreendente, que rasgava as suas entranhas, mesmo por que, ela não reclamaria e teria lhe cedido, pois não era a primeira vez que tinham-lhe fodido o fiofó.
- Safado, fode meu cu! Come esse rabo! - disse ela.
Tomado pela surpresa de tão fácil concordância, ele armou-se com uma fúria dantesca, finalmente estava realizando um dos seus maiores sonhos e fodeu o cu da moça com tamanha vontade, que bastaram duas ou três estocadas mais fortes, para jorrar novamente.

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog: PENSAMENTOINDECENTE.COM
.

3 comentários :

  1. Puta que pariuuuuuuuuuu, menina que é isso?? Que horror!! Melei a calcinha aqui, que quase passou no sofá!! Amooo essa posição e ser fodida com tamanha brutalidade é quase se acabar em espasnos!!! Enfiar no cuzinho sem dó (aiaiaiai) eu grito, reclamo e gozo!!! (hehehe)
    Loucura, vim aqui e sentir mexer com a libido!!
    Lenaaa, dei tanto ontem que tô ardida, (quase sem condições corporais!!) mas depois desse conto aqui, vou ter que dar de novo... (e que doa... já estou dolorida mesmo) que se fôda (que me fôda!!!!!!)


    Bjssssss

    ResponderExcluir
  2. Hummmmmmmmm excitação ao rubro!

    Beijoos
    Anjinha Sexy

    http://prazeresecarinhossexuais.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. Ai Lena... isso é crueldade....
    Esse beijinho no cuzinho é coisa de muito requinte. Faço um poema para minha deusa:
    "Esse post não merece ser lido...
    Pois ele me deixa todo fudido...
    Começar a foda lambendo o cuzinho
    É coisa de luxo melhor que bom vinho...

    Gozar na tua boca
    É coisa louca
    Esporrar bem quente e viscoso
    É mesmo muito gostoso...

    E para finalizar, ela pede com carinho
    Come gostoso o meu cuzinho
    E eu menino bom e obediente...
    Jogo nele minha porra quente..!"

    ResponderExcluir

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!