Manual do Grelo

por H. Thiesen 

Análogo ao membro masculino, mas com características diferente, o clitóris leva grande vantagem sobre este! Enquanto o pênis possui três utilidades distintas, urinar, copular e gozar, o clitóris, popularmente conhecido por grelo, possui uma única e notória utilidade, gozar! Sim, ele só serve para gozar, ele só sai do seu estado letárgico para gozar! Tanto que, é sempre ele que dá o primeiro aviso do tesão!
O clitóris ou grelo, como quiserem, essa grande incógnita da ciência, é uma extremamente importante para a sexualidade feminina. Conhecê-lo e saber como ele funciona pode ser uma arma poderosa para a satisfação plena. Por outro lado, não entendê-lo pode deixar a vida sexual incompleta.
A maioria das mulheres dependem do do clitóris para chegar ao orgasmo. Na verdade, o orgasmo feminino está ligado ao clitóris, mesmo os orgasmos que, teoricamente, sejam vaginais ou anais, pois ele tem tamanho e abrangência bem maior do que se pode notar, e envolve boa parte da região genital.
O clitóris tem importante função no ato sexual. O ser humano é uma das únicas espécies da natureza que inclui prazer como recompensa para a reprodução. Dessa forma, o clitóris é o órgão feminino responsável pelo orgasmo. O grelo é a única parte do corpo com função exclusiva de proporcionar prazer. Para muitas mulheres, o clitóris é a fonte mais apropriada para a obtenção de orgasmo e estimulá-lo durante a penetração pode abreviar o caminho para aquela gozada tão desejada.
Infelizmente, os estudos científicos sobre o clitóris, suas funções e características são pobres e incompletos. Isso contribui para deixar as pessoas ignorantes à respeito do funcionamento e das possibilidades, além de permitir que muitas inverdades sejam ditas e repetidas sobre o clitóris.
Não somos ensinados a respeito a lidar com esse "pequeno" órgão e, não é pequeno o número de homens e mulheres que pensam que o clitóris se limita à glande clitoriana (o grelo propriamente dito), ou seja, a parte do órgão que fica exposta. Suas terminações nervosas abrangem toda a lateral da vagina e se conectam diretamente à glândula pineal, através das terminações nervosas. Estimulando, de maneira correta, esse grupo muscular é capaz de produzir impulso suficiente para orgasmos múltiplos e intensos.
O clitóris reúne cerca de oito mil terminações nervosas, mais do que a língua ou o pênis, que reunidas em uma superfície tão pequena, o tornam extremamente sensível. Essa sensibilidade toda pode ser boa ou ruim. Muita pressão, assim como qualquer coisa que possa arranhar ou machucar pode, pelo contrário, atrapalhar bastante na hora do prazer.
O tamanho do clitóris pode variar bastante. Algumas mulheres o têm bem pequeno, não podendo ser visto mesmo na excitação. Em outros casos ele pode ser maior. Variações de tamanho são comuns e não devem causar desconforto físico ou psicológico.
É importante não confundir clitóris com ponto G. Teoricamente, esse último, de acordo com alguns especialistas, fica abaixo do clitóris, e ambos são ligados. Quando excitado, ele faz a vulva se expandir e abrir, o que também pode aumentar o prazer masculino na hora da penetração, mas isso nunca foi comprovado.
Após o orgasmo, os músculos do clitóris não relaxam de imediato, e é justamente isso que permite a muitas mulheres o orgasmo múltiplo.
O clitóris é tão ligado ao prazer feminino que em algumas sociedades conservadoras, a sua glande é amputada ou mutilada para evitar a satisfação da mulher, muitas vezes relacionada à impureza ou pecado. 
De qualquer forma, seja ele estimulado diretamente ou indiretamente, o clitóris sempre está presente no orgasmo feminino. Alguns estudos apontam que o clitóris não envelhece, não importa qual a idade, ele está sempre pronto para o serviço.

Dicas Importantes: 

- Estimular o clitóris com a mão e os dedos pode ser bastante satisfatório. Gestos circulares são os mais indicados. Mas muito cuidado com a sensibilidade do local. Movimentos fracos demais podem ser insignificantes, e fortes demais podem machucar. É importante que a área esteja lubrificada para não arranhar ou machucar. Algumas mulheres também gostam de umas palmadinhas de leve. Não sinta vergonha e diga ao seu parceiro o que você acha interessante que seja feito.
- Deixe o clitóris para um segundo momento do ato sexual. Querer estimulá-lo antes de tudo pode até estragar o clima devido à grande quantidade de terminações nervosas da área. É preferível instigar outras áreas erógenas para deixar o clitóris preparado. Assim como o pênis, o clitóris enrijece na excitação – a partir daí ele vai estar preparado para receber os carinhos.
- O sexo oral é uma excelente tática de estímulo do clitóris. Por ser úmida e macia, usar a língua de forma suave no início e um pouco mais forte depois, é o auge para muitas mulheres. O sexo oral não precisa ser exclusivamente no clitóris. Outras partes, como os pequenos lábios, também podem ser contempladas. Mas certamente, a língua em contato com o clitóris pode te levar nas nuvens.
- Existem algumas posições sexuais que podem ajudar no estímulo por permitir uma fricção da área pelo corpo do parceiro ou por possibilitar o acesso das mãos. O clássico “papai e mamãe” já garante uma fricção no clitóris. Outras permitem que seu parceiro ou que você mesma estimule a área do clitóris com as mãos, como a cavalgada, com a mulher em cima, ou sentada de frente ou de costas.
- Se permita experimentar sem medo. Diga ao seu parceiro ou tente fazê-lo entender qual o caminho certo a seguir. Direcione você mesma as mãos e o corpo dele. Os homens interessados em satisfazer a mulher gostam de receber dicas da parceira de como se comportarem.
- Existem exercícios que preparam e fortalecem o clitóris e toda a região erógena em geral. Exercícios pélvicos ou mesmo uma simples caminhada podem aumentar sua capacidade sexual. Uma das principais causas da ausência de orgasmo nas mulheres é exatamente a falta de tonificação dos músculos clitorianos, ou seja, as mulheres não têm esses músculos desenvolvidos. Assim, como em uma academia, se você chegar com músculos flácidos não vai conseguir levantar muito peso, com os músculos clitorianos subdesenvolvidos você não será capaz de sustentar os altos níveis de energia que o clitóris é capaz de produzir. Às vezes, mal será capaz de atingir o nivel de excitação necessário ao orgasmo.
- A masturbação sempre é uma boa opção para se conhecer o clitóris e todo o seu corpo. Assim você já saberá do que gosta. Conhecer-se é essencial para saber ter prazer.
Então... Já que é assim, mãos à obra, ou melhor, dedos à obra!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog: PENSAMENTOINDECENTE.COM
.

Um comentário :

  1. Eu tinha um namorado que manipulava como poucos!
    ai, ai...quando eu era jovem...

    ResponderExcluir

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!