Será que ela é bi?

por H. Thiesen 

Uma das coisas sobre a qual me fazem perguntas é "como saber se uma mulher é bi ou lésbica?" Não é uma pergunta fácil para responder, visto que trata-se de comportamento e ele varia de pessoa para pessoa. Assim, não há uma regra específica para se determinar que essa ou aquela mulher é bi ou lésbica, mas é necessário sempre partir-se do princípios que a tendência dominante é heterossexual, para evitar problemas e gafes.
Há algumas décadas atrás, talvez por ignorância (sexual) ou mesmo por preconceito, para a maioria da população, ser lésbica era vestir-se, andar e ter jeito de homem, tais mulheres eram classificadas indiscriminadamente, sem receios, de sapatões, sapatas, etc. Hoje em em dia com a liberação sexual e a preocupação com o politicamente correto, além de configurar-se como, no mínimo, ato capaz de gerar processo judicial, essa denominação foi abandonada, pelo menos publicamente, mas ainda assim, está longe o dia que o preconceito será banido do nosso meio.
O preconceito é o maior fator para que lésbicas e bissexuais mantenham suas preferências em segredo, quando muito, contam a familiares e amigos mais próximos. Também, é o preconceito, o maior responsável para que tais mulheres sejam identificadas com facilidade no dia-a-dia. Mas elas estão aí, na rua, no trabalho, no bar, no clube, na nossa roda de relações e até mesmo no interior da nossa família, são mulheres que passam desapercebidas, conhecidas ou não, colegas de trabalho, amigas, vizinhas, tias, primas, irmãs e mães, por que não avós. São mulheres normais, com apenas algumas diferenças apenas, gostam de mulheres, amam mulheres e transam com mulheres, seja de maneira definitiva, concomitantemente à relação com homens ou casualmente.
Apesar de algumas meninas se dizerem possuidoras deu um "gaydar" ou, um radar fictício que identifica prováveis mulheres capazes de se relacionarem com outras mulheres, a verdade é que, não é tão fácil assim! Levando-se em consideração, o lesbianismo e o bissexualismo, cada um tem as suas peculiaridades, enquanto as lésbica possuem uma preferência definida, a bissexual caminha em duas direções, que as mantém em uma vida dupla e geralmente a sua face heterossexual é a que conta para a sociedade, a grande maioria guarda em segredo as suas preferências e muitas passam sete chaves sobre elas, nem mesmo as pessoas mais próximas desconfiam, para algumas destas, nem o esposo. Eu sinceramente, não possuo este radarzinho, para eu descobrir, somente se a menina aparentar masculinização!
Outro grande problema é que para muitas mulheres o gatilho ainda não foi disparado e ela ainda não sabe da sua capacidade ou preferência por mulheres, outras apenas fantasiam e podem vir a consumar ou não. Exemplo disso sou eu, nunca pensei e de repente me vi envolvida por uma outra menina e o meu gatilho foi disparado. A minha primeira relação com outra menina, aconteceu em um momento de intimidade, iguais aqueles que todas nós estamos acostumadas, pois são característicos em qualquer mulher, como dormir na mesma cama, se tocar para ver a consistência do silicone, a dureza da bunda da amiga, a maciez da pele deixada por um determinado creme ou limpeza de pele, um abraço apertado e despreocupado com toque dos seios, um beijo no rosto, etc. Tudo isso pode cooperar para que acortina seja aberta e o clima entre duas mulheres mude para algo mais íntimo e quente.
Outro ponto importante é a coragem, existem situações que a dúvida requer fazer-se o uso dela. Ser corajosa e investir na possibilidade de uma relação, trás resultados. É claro, não se pode sair por aí, convidando todas as mulheres do mundo para ir à cama conosco. Mas existe sim, possibilidades que se perdem, por falta de coragem, nossa e do nosso "alvo". Quantas vezes os olhares se cruzam, os sinais do corpo emitem o sinal verde e as duas ficam no chove e não molha, somente no "ah, se te pego" e acabam cada uma indo para o seu lado. Nunca te aconteceu isso? Pense... Você colocou os olhos, se interessou e por falta de coragem deixou passar em brancas nuvens. Aqui faço uma ressalva, isso aconteceu por falta de coragem e por puro preconceito seu. Isso, preconceito. Por que além da falta de coragem, você ficou pensando que, se ela não quiser, vai ficar me chamando de "sapata", percebeu? Auto-preconceito, você ficou com vergonha de si mesmo! Mas, e se ela quisesse... você dançou! Coloque em sua cabeça, a definição precisa partir de um lado, é como uma arma engatilhada, alguém tem que apertar o gatilho e a o dedo nestas circunstâncias chama-se coragem.
Há mulheres que passam anos sonhando com outras mulheres, fantasiando beijos cinematográficos, mas isso não quer dizer que, quando ele acontecer ela será a partir desse dia uma lésbica ou bissexual, pode ser apenas uma aventura, uma curiosidade e ela pode vir a não se sentir bem. Geralmente quando isso acontece, a tendência é aumentar o desejo para beijar outras meninas, isso por que, o beijo entre duas mulheres é intenso, mais sensível e as sensações são totalmente diferentes, além disso, conta o toque das mãos, o toque de corpos femininos e envolve de ambos os lados, o jeito feminino de beijar.
Como já disse, logo no inicio, não há uma regra definida para se saber se uma mulher é lésbica ou bissexual e ainda, não sou uma conselheira definitiva, outras podem dar melhores orientações, até mesmo leitoras do blog, mas tratam-se apenas de algumas dicas e na maioria das vezes contam muito e ajudam na identificação.

Básico:
A paquera rola como com casais heterossexuais, tudo a que você está acostumada a flertar com os homens, também acontece ou pode acontecer entre as mulheres.

Olhar
Ela te olha fixamente, mas quando você a olha, ela desvia o olhar. Logo depois ela repete o olhar e volta a te encarar. Provavelmente ela está flertando. Quem sabe, por que não... mais tarde!

Unhas Curtas
Se curtas, bem pintadas e cuidadas pode ser um bom sinal. É óbvio que nenhuma lésbica deixa unhas compridas demais. E, se ela tem unhas compridas, não descarte, pode ser que ela nunca teve relações com mulheres, sempre há esperança. De maior atenção aos olhares, cruze o seu com o dela. Seja discreta e tente desvendar o mistério.

Cabelos
Ela olha você com algum interesse ou dirige olhares discreto vez em quando, ao mesmo tempo arruma os cabelos e tenta se fazer perceber por você. Tá esperando o quê? Chega junto! O sinal foi aberto, vale a pena conferir!

Lábios
Enquanto te olha fixamente, ela morde os lábios, ajeita os cabelos. Escancarou, vai fundo! Tá no papo!

Dedo na boca
Ela te olha fixamente, leva o indicador à boca, morde ou lambe discretamente, ou então chupa-o levemente.
Está te chamando, não espera muito, a fila pode andar!

Roupas
Meninas lésbicas ou bissexuais têm estilo mais básico e discreto. Algumas optam por figurinos condizente com suas preferencias, como bolsas Jack Bauer e tênis tipo All Star, mas outras se quer se preocupam com isso, são extremamente femininas (a grande maioria) e optam pelo estilo clássico,  salto alto, bolsa, calça e blusa justinhas.

Meu namorado, uma amiga
Ela tem um namorado homossexual e não quer que o mundo todo fique sabendo e se refere a ele como "o meu namorado" geralmente sem citar o nome. Evitar falar sobre o parceiro pode ser indício. Ela acha legal uma amiga amiga bissexual, e se refere como "eu tenho uma amiga que é..." ou "a minha amiga é..." bissexual, mas não cita o nome.  Pode ser ela mesmo, por que não? Está se preservando e não quer abrir o jogo. Invista na relação, puxe mais assunto, fale mais sobre o tema, opine, mostre despreocupação e aceitação, se for o caso diga a ela que gosta de meninas.

Ela fala de homens
Não perca as esperanças, comentar frequentemente sobre homens, não significa nada. É natural, ela  pode ser bissexual. 

São apenas algumas dicas, a decisão de investir ou não é sua e uma peculiaridade do momento. Mas em alguns casos é preciso pensar.
Ela é uma grande amiga sua, será que vale a pena? Isso pode se tornar um dilema.  Se não for, é bem mais fácil, você não terá muita coisa a perder. 
Sua amiga é gostosa, te causa um desejo incontrolável e não dá mais para manter somente amizade, melhor é sondar se ela beijaria outra menina, tente saber o que ela pensa sobre isso realmente, avalie a situação, afinal uma boa amiga não se encontra por aí, em qualquer lugar e a toda hora. Outra maneira é dizer que tem coragem para beijar outra menina ou até mesmo transar, repare na reação, mas isso não é nenhuma garantia, ela pode aceitar, mas desde que a outra não seja você. Pense nisso!
Já me estendi demais, acho que as dicas são boas, quem sabe na próxima balada, você descubra uma menina a fim de você, que ainda não havia reparado?
Boa Sorte!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog: PENSAMENTOINDECENTE.COM
.

2 comentários :

  1. Hummmm... uma bela aula, dada por uma bela e entendida no assunto!!!
    O estereótipo da mulher macho acabou. Vejo casais de lésbicas, uma mais doce que a outra.
    Tenho alunas que me segredam serem gays. Uma disse que eu não imaginava a quantidade de mulheres bi ou homo que existe nesse mundo.
    Mais frequentemente no blog, tomei um susto, pois uma amiga antiga revelou-se bi....
    Uma linda mulher, deliciosa, cantora maravilhosa, extremamente sensual e hoje (em segredo!!!) tem como parceira a esposa de um amigo do marido. Segredo absoluto!!
    E só eu sei quem é a dita cuja. Os maridos nem imaginam!!!!
    E eu acho que também sou lésbica: adoro buceta!!!

    ResponderExcluir
  2. Gostei, na verdade nunca se sabe mesmo porque a linha é tênue. No contexto da intimidade entre amigas nunca gostei muito desse tipo de toques mas já tive experiências sexuais com mulheres onde me entreguei como sempre no acto sexual. Acho que todos temos um lado bi, porque somos curiosos por Natureza e descobrirmos alguém que nos faça feliz, seja homem ou mulher, o resto é mesmo isso , resto.

    ResponderExcluir

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!