Inversão

por H. Thiesen 

Desde muito cedo, na minha adolescência, eu sentia atração por meninas e meninos. A minha primeira vez foi com uma menina e somente mais tarde aos dezenove anos, é que fiz sexo com um garoto.
Sempre tive a cabeça aberta para sexo, mesmo que os desejos das pessoas com as quais mantenho relacionamentos, não se incluam entre as minhas fantasias, eu absorvo sem problemas e não vejo nenhum problema em realizá-las.
Eu tinha uma amiga e costumávamos transar seguidamente, na minha casa ou na dela. Ela gostava de utilizar brinquedos eróticos e numa das vezes que transamos, ela deixou na minha casa, a sua cinta com prótese peniana. Eu morava sozinha e não me preocupei em escondê-la, apenas lavei-a e deixei-a dentro de um saquinho transparente, sob a cômoda do quarto.
Na mesma época, eu tinha um caso com um rapaz. Nós tínhamos um fogo enorme, costumávamos fazer sexo de todos os jeitos e posições possíveis, incluindo oral e anal. Depois de cada transa, nós sentíamos satisfeitos, pelo menos eu acreditava nisso.
Até que, naquela mesma semana, marcamos para ele ir a minha casa.
Como de costumes, transamos e como sempre, fiquei extremamente satisfeita. Levantei, fui ao banheiro e quando voltei, encontrei-o com a cinta na mão:
- É teu?
- Não, é da minha namorada!
- Gosta de brincar?
- Em mim não!
- Como assim?
- Prefiro a carne, mas não me oponho à fantasias! Por que?
- Gosto de algo que nunca te contei, um segredo meu!
- Você é gay?
- Não!
- Então...
- Gosto de ser penetrado por mulheres!
- Bem, fetiches são fetiches, se dão prazer, são válidos!
- Não te surpreendeu?
- Não, sou bi... lembra? Por que ficaria surpresa ou te condenaria?
- Não disso isso!
- Mas poderia pensar!
- Por isso que eu gosto de você!
Sentei ao seu lado e o beijei, desci pelo seu pescoço, depois pelo peito, deslizei sobre a sua barriga e cheguei ao seu membro. Proporcionei-lhe um sexo oral lento e carinhoso, ao senti-lo mais relaxado, acariciei seu ânus, circulando-o com o dedo e depois introduzi a ponta do dedo médio. Ele gemeu deliciosamente. Continuei as caricias por alguns minutos e logo depois fui até sua boca, beijei-o novamente e ajoelhada a sua frente, coloquei a cinta. Ele deitou totalmente na cama, segurou a prótese em suas mãos e sugou-a como se fosse um pênis, deixando-a molhada de saliva.
Enquanto isso, abri a gaveta da cômoda, peguei um preservativo e um lubrificante, para proteger a prótese e lubrificar o seu esfincter.
Levantei suas pernas, abri-as e passei o lubrificante. Segurando-o pelos calcanhares, coloquei-me na posição e penetrei-o lentamente. Ele gemia, ofegava e se masturbava.
Tive um sentimento de posse e de domínio, como se eu fosse a sua dona e a visão daquele macho dominado, me excitou muito, o prazer era imenso, vê-lo gemer, bufar e rebolar. Mas, o maior deleite era ver o prazer que ele sentia. Soltei um dos seus calcanhares e comecei a masturbá-lo, primeiro lentamente e ao senti-lo próximo ao gozo, aumentei a velocidade, até ele jorrar sobre a sua barriga e lambuzar a minha mão com seu sêmen.
Retirei a cinta, rastejei sobre ele e sentei-me sobre a sua boca, oferecendo-lhe toda a minha excitação, para que ele provasse. Deleitei-me com as carícias da sua boca acolhedora e minhas águas verteram abundantemente sobre seu rosto e derramei todo o meu prazer, num orgasmo vertiginoso e frenético.

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog: PENSAMENTOINDECENTE.COM
.

4 comentários :

  1. Leninha do céu....!!!!
    Sem palavras...!!!
    E SEI que isso não é história fictícia.... sei que é história real!!!!
    Menina do céu!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Fiz um post sobre isso e confesso que tenho tesao de ser fodido por uma mulher...ja experimentei dedos mas nunca como isso!
    Visite e responda a #sexienquete no Sexiblog+18
    Queremos conhecer melhor os leitores do SeximaginariuM
    LEO

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!