Pequena, sozinha e abandonada!

por H. Thiesen

Está tão escuro aqui e te espero a tanto tempo. Quando você virá, tirar-me daqui e me levar contigo?
Estou tão solitária e sinto tantas saudades do teu corpo quente. Sinto falta de ficar grudadinha na tua pele macia.
- Oh, finalmente uma luz... É você!
Hum... Você lembrou de mim, no meio de outras tantas!
É uma felicidade, sair de onde eu estava e ficar bem juntinho de ti.
Posso sentir teu calor, a tua pele cheirosa e delicada. Você está tão perto, que sou capaz de sentir a tua pulsação.
- Uaaau! Você fica linda de vermelho!
Vamos sair por aí, procurar aventuras e quem sabe os amores. Eu te conheço bem, sei que você não passa um dia sequer, sem sexo.
- É uma pena, eu ter que ficar escondida dentro desse jeans!
Menina, a noite está maravilhosa! De tanto dançar já estou ficando suada!
- Opa!
Encontrou alguém né? Para satisfazer teus desejos. Sei quando isso acontece, sei tudo o que se passa, quando você fica excitada, estremecida e molhada. Não esqueça que eu, quando você fica assim, fico na mesma situação, totalmente encharcada. As vezes, quando não rola, eu vou para casa pingando!
Tudo bem, você se encantou por ele e eu não me importo de maneira nenhuma, mesmo que você me afaste de ti e me jogue para um lado qualquer. Vou ficar esperando, você lembrar novamente de mim. Pode ir, aproveita o momento e a diversão. Sei que você vai voltar, me pegar com carinho, me por bem juntinho, ajeitar-me bem no meio e ir embora comigo. Lembre-se sempre, que sou tua parceira e fiel companheira, para o que der e vier. 
Eu não dou importância para essas tuas aventuras, nem me sinto trocada e nem mesmo preterida. É o meu destino, sentir tuas mãos pegar-me com firmeza e de você me afastar, para que você possa amar, satisfazer teus desejos. Quantas vezes, fiquei com você e me molhei com teu gozo, Isso basta pra mim.
Quantas vezes presenciei tua mão, em caricias lascivas, te levar ao orgasmo e assisti tudo, jogada em um canto, inerte e passiva? Quantas vezes você me jogou para o alto e fiquei pendurada no ventilador? Assisti tudo de camarote!
Vai lá, não deixa ele ir embora, como sempre vou te esperar no meu canto!
Ah, vou ficar com você e aproveitar tudinho? Que bom, ele está me tocando também!
Ei? O que ele está fazendo? Me colocando de lado? Ah! Entendi... Uma rapidinha!
Tudo bem, vou ficar quietinha, me contento em assistir e ficar só olhando.
Nossa, como é grande e grosso! Coitada de você!
Hum... Você está gostando, está ficando molhadinha. Que delícia esse vai-e-vem! 
Uauuu! Que gozada heim?
Opa! Ele gozou também! Sobrou até pra mim, fiquei ensopada!
O que? Já? Está na hora? Ué, então vamos embora!
Adoro este teu jeito, caminhar rebolando no alto do salto! Fico toda orgulhosa!
Ufa, chegamos em casa, vamos para o banho, limpar essa sujeira!
Peraí, não me deixe assim, vou ficar sozinha e abandonada!
Ok, tudo bem! É sempre assim, você me usa, depois me deixa de lado.
Só te peço uma coisa, nunca esqueça de mim! Lembre que eu, adoro entrar no meio da tua bundinha!
Porque eu sou a tua melhor calcinha, a mais bonita de todas, a mais pequeninha e mais confortável!
Não me abandone aqui, nesse cesto de roupa suja e usada!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog: PENSAMENTOINDECENTE.COM
.

Um comentário :

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!