Tô no cio!

por H. Thiesen 

Impaciente
Arfante
Entorpecida
Me contraio
Me contorço
Numa ânsia abalada
Uma febre me queima
O corpo dói
O suor escorre
Entre os meu seios
Banha a minha pele
Nos poros abertos
O desejo desce pelo ventre
Me umedece entre as coxas
O cio escoa das entranhas
Me consumo nas chamas
Me lambuzo
Me melo
Na ponta dos dedos
Todos os anseios
No passeio em meu corpo
Boca, sexo, seios
Dedilho
Me aperto
Me toco
Me invado
Me esfrego
Não desisto
Insisto
Preciso me satisfazer
Tô no cio
Me arranho
Me invado
Quase me rasgo
E gozo!

--------------------------------------------------------------
© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog: PENSAMENTOINDECENTE.COM
.

3 comentários :

  1. Toda vez que passo aqui, me sinto compelido a tecer elogios às suas palavras!
    Pude sentir sua volúpia com vivacidade!

    ResponderExcluir
  2. Gestos e doçuras
    .
    Deixo um carinho e amizade

    ResponderExcluir
  3. que belo e delirante pensamento.
    Kiss
    http://onossoamorperfeito.blogspot.pt/

    ResponderExcluir

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!