Pela porta dos fundos!

por H. Thiesen 

Deitada na cama, de costa para você, virei a cabeça e nos beijamos. Você dava-me seu ombro e abraçava meus seios com o outro. Eu sentia o volume roçando-me às nádegas, num perfeito encaixe.
Resolvi provocar! 
Mexendo os quadris, contraindo os músculos dos glúteos e empurrando para trás, esfreguei-me em você. Meus pensamentos estavam repletos de idéias safadas e fizeram-me excitar, deixando-me completamente molhada.
Eu te beijava ardentemente, você praticamente comia a minha boca e as nossas línguas se entrelaçavam com uma volúpia voraz e a saliva inundava o beijo.
No teu abraço apertado, estava colada ao teu peito, sentia o teu calor em minhas costas e a tua mão passeava em meus seios, apalpava e os seguravam com força, teus dedos brincavam em meus mamilos eriçados.
Minha boca, meus seios e minhas nádegas, eram o início do incêndio, que me fazia derreter entre as pernas.
- Vou te dar um presente!
Levei minha mão a boca e cuspi na ponta dos dedos e abrindo as pernas, molhei a entrada do meu cuzinho...

CONTINUE LENDO


© COPYRIGHT BY "PENSAMENTO INDECENTE"
Todos os Direitos Reservados
All Rights Reserved
DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS
Cópias e publicações permitidas, desde que acompanhadas dos créditos à autora do texto e link para para este blog: PENSAMENTOINDECENTE.COM
.
--------------------------------------------------------------
Belas, gostosas e...
DOTADAS!
Clique aqui!
--------------------------------------------------------------

Nenhum comentário :

Postar um comentário

***********************************
ATENÇÃO COMEDORES, leiam antes de comentar:
Comentários que contenham, endereço de e-mail, telefones e propostas para relacionamentos, não serão publicados, para isso existem sites especializados. Também terão o mesmo destino, comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos.
***********************************
OBRIGADA PELA SUA VISITA!

Gosto de pau...